Arquivo

Coluna Observatório. “Cinco em 13, no mínimo. No mínimo!”

Apenas um, o socialista Júlio Brenner, entre os atuais 14 vereadores santa-marienses, não pleiteia a reeleição em 5 de outubro. Ouvidos por A Razão, no meio da semana, todos demonstravam seu otimismo. Obviamente, não se poderia esperar outra afirmação. Ou alguém já escutou ou leu algum candidato declarando que estava difícil a sua situação?

 

Dito isto, Observatório – que já tratou do assunto há três semanas, oferecendo as possibilidades de cada aliança em formação – ousa afirmar que, dependendo do comportamento das coligações para a prefeitura, um número mínimo de cinco e máximo de sete, não vai voltar em 2009 ao prédio mais bonito da rua Vale Machado. A não ser para visitar.

 

É possível afirmar, também, que a disputa interna maior se localiza no PT e no PMDB. Em ambos, há vários nomes fortes eleitoralmente e que não estão hoje no Legislativo. Só por isso. O que não é pouca coisa.

 

Sem falar que, no caso do peemedebismo, são muito fortes as chances de a bancada se manter em quatro (o mesmo número dos eleitos em 2004), o que determinaria, de cara, pelo menos uma baixa. O PMDB tem cinco parlamentares hoje, com a adesão do ex-pedetista Isaias Romero, ano passado.

 

O que pode determinar uma elevação no número de vagas é a “cola” com os candidatos a prefeito. Isto é, o partido que eleger o sucessor de Valdeci, em tese, terá a chance de aumentar a sua bancada. No sentido inverso, o perdedor corre o risco de perder vagas também no Legislativo.

 

De todo modo, a situação está longe de ser tranqüila para a maioria dos vereadores hoje com mandato. O que ajuda a explicar o nervosismo, aquele mesmo que você não percebeu na reportagem, mas que é visível e audível no plenário e na tribuna do parlamento municipal.

 

EM TEMPO: uma eventual coligação proporcional entre PSDB e PDT pode mudar, também, a correlação de forças na disputa para a Câmara. Em detrimento dos hoje grandões no legislativo.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo