Arquivo

Grã-fino na cadeia de novo. Dantas volta à carceragem da PF. E pode ficar. A não ser que…

 

Pelo menos 24 horas. Esta é a estimativa para que Daniel Dantas fique na cadeia da Polícia Federal, em São Paulo. E agora a prisão não é mais temporária, mas preventiva. O que significa que só um novo habeas corpus no Supremo Tribunal Federal pode retirá-lo de lá. Aliás, o banqueiro acusado de falcatruas que podem ter lesado a sociedade em R$ 4 bilhões, não ficou nem 12 horas à luz do dia – depois de libertado por HC concedido pelo presidente do STF, ministro Gilmar Mendes.

 

Com absoluta certeza voltaremos a este tema, provavelmente na madrugada desta sexta-feira. Há muita informação a ser repassada, com a devida análise. Enquanto isso, fiquemos com a formalidade, a reportagem de Elaine Patrícia Cruz, da Agência Brasil, que conta com DD voltou à cadeia, quando muita gente, pra não dizer toooda a gente, imaginava que ele pudesse se livrar. Confira:

 

“Preso de novo, Dantas já está na carceragem da Polícia Federal

 

Já está na carceragem da Superintendência da Polícia Federal o banqueiro Daniel Dantas, dono do Banco Opportunity e acusado de crimes financeiros. Ele chegou em um carro da PF que, rapidamente, entrou na garagem. Em seguida, chegou um carro com seus advogados.

A Polícia Federal não informou se Daniel Dantas vai prestar depoimento ainda hoje (10), como estava previsto antes da nova prisão do banqueiro. Os advogados também não se manifestaram sobre a possibilidade de entrar com novo pedido de habeas corpus em favor de Daniel Dantas.

O banqueiro foi preso terça-feira (8), durante a Operação Satiagraha, da Polícia Federal, e liberado nesta madrugada por liminar do presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes.

A prisão preventiva de hoje foi decretada pelo juiz da 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, Fausto de Sanctis. Segundo nota divulgada pela PF, a ordem foi solicitada em razão de documentos encontrados em buscas realizadas na última terça-feira e em depoimento de uma testemunha, que fortaleceriam a ligação entre o preso e a prática do crime de corrupção (suborno) contra um policial federal, que participava das investigações.”

 

 

SUGESTÃO DE LEITURA – confira aqui, se desejar, também outras reportagens produzidas e distribuídas pela Agência Brasil.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo