Arquivo

É só uma perguntinha. Uribe quer um terceiro mandato de Presidente. Ué, na Colômbia pode?

Confira, a seguir, trecho de reportagem publicada pelo jornal O Globo, e reproduzida no sítio editado pelo jornalista Ricardo Noblat. Lá no final, o meu comentário. Acompanhe:

 

“Cinco milhões pedem terceiro mandato de Uribe

 

Autoridade eleitoral analisa abaixo-assinado que respalda reforma permitindo outra reeleição de presidente da Colômbia

 

A Organização Eleitoral colombiana começou ontem a analisar um abaixo-assinado com mais de cinco milhões de assinaturas respaldando um terceiro mandato para o presidente Álvaro Uribe. O documento gigantesco, que foi entregue com a ajuda de cinco caminhões blindados na segunda-feira, excede em muito as 1,5 milhão de assinaturas necessárias para a convocação de um referendo sobre a reforma constitucional.

 

A partir de agora, as autoridades têm 30 dias para verificar as assinaturas. Depois, o projeto será enviado ao Congresso para discussão. Acredita-se que a lei pode ser aprovada dentro de três meses, para então ser analisada a sua constitucionalidade.

 

Se seguir nesse ritmo, os colombianos deverão ser con$às urnas em meados do próximo ano para decidir se Uribe poderá concorrer a mais quatro anos na Casa de Nariño. Será necessário o apoio de…”

 

 

COMENTÁRIO CLAUDEMIRIANO: um projeto de lei na gaveta de um obscuro deputado petista prevendo a possibilidade de nova reeleição do presidente Lula, e que, se apresentado, teria que ser aprovado pelo Congresso, levantou um rosário de críticas da mídia grandona (e da que se acha). É uma afronta à democracia, foi o mínimo que se leu – embora, no regime democrático, o Congresso (representante do povo) seja soberano.

 

Tenho especial curiosidade para ler algum editorial dos mesmos midiatas, em relação à proposta surgida em território colombiano. E especialmente compara-lo com a Venezuela (esqueçamos o Brasil, por um instante), onde Hugo Chávez ganhou esse direito em referendo popular. Com certeza, logo logo nossos jornais vão se posicionar. E contra, claro, o terceiro mandato para Uribe. É uma analogia necessária. Ou não? Hehehehe.

 

EM TEMPO: este repórter seeeeeempre se posicionou contra um terceiro mandato, para qualquer cargo. Está, portanto, a cavaleiro nesta questão. Ah, mas é favorável à possibilidade de reeleição por um segundo período, também em qualquer função executiva. Coerência, é o mínimo que se exige. Se bem que a nossa mídia grandona age, meeesmo, é de acordo com os seus próprios interesses. E não daqueles que diz defender.

 

 

SUGESTÕES DE LEITURA – confira aqui a íntegra da reportagem “Cinco milhões pedem terceiro mandato para Uribe”, do jornal O Globo, reproduzida por Ricardo Noblat. E clique aqui, se desejar ler outras notas publicadas pelo mesmo jornalista.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo