Arquivo

Não custa lembrar. Anita não foi para o PTB. Nem foi linha auxiliar de Farret. E daí?

Confira a seguir trecho de nota que publiquei no fim da noite de 24 de outubro de 2005, uma segunda-feira:

“Anita Costa Beber no PTB? Para serem – ela e a sigla – linha auxiliar de Farret?   

A notícia é a seguinte: Anita Costa Beber, com sua singular franqueza, não esconde o descontentamento com a eleição de Marcelo Dalla Corte, na quinta-feira passada, para a presidência municipal do PP, ao qual ela está filiada. E especialmente estaria indisposta com a derrota do candidato do deputado José Haidar Farret. E mais: estaria disposta a se mandar, filiando-se ao PTB (ou ao PSDB, para o qual teria sido convidada).

Impossível, impossível não é. Mas, certamente, é melhor esperar alguns dias. Afinal de contas, a combativa parlamentar, a par de não ter papas na língua, certamente vai refletir bastante a respeito. E, principalmente, vai ouvir seu líder, o deputado Farret. E, talvez, ou provavelmente, mude de idéia – se é que a confirma.
..”

 

Para ler a íntegra, clique aqui.

 

 

PASSADOS EXATAMENTE TRÊS ANOS não deixa de ser interessante rever o que aconteceu na época. Mas o fato objetivo é que Anita Costa Beber de fato se mandou do PP, mas não para o PTB, e sim para o PR. E nem se transformou em linha auxiliar de José Farret. Ao contrário, concorreu contra a chapa de seu ex-guru na Prefeitura. E o resultado todos conhecem, desde a noite de 5 de outubro passado

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo