ColunaHistóriaObservatórioPrefeitura

COLUNA OBSERVATÓRIO. “E não é que uma secretaria consegue sobreviver nove anos!”

A seção “Não custa lembrar”

Em 31 de março de 2001:

“* A secretaria de Meio Ambiente não foi sequer criada e já há briga pelo posto de titular. Ela é reivindicada pelo PSB e disputada por vários petistas, todos gulosos pelo posto.

* À nova secretaria caberá, entre outras funções, fiscalizar o cumprimento das normas relativas à proteção do meio ambiente e até do sossego público. Esse é o ônus.

* O bônus é o fato de a Pasta ser a responsável por uma fatia considerável de recursos por conta dos licenciamentos de obras.”

Hoje:

Salvo engano claudemiriano, a única secretaria que não mudou de nome, desde a publicação das notas ao lado, há exatos 8 anos e 7 meses, é a de Finanças. A segunda, mas foi criada logo depois, portanto é mais “jovem”, é a de Meio Ambiente. Cartas para a redação, se alguém tiver outra na mesma condição. Mas que ninguém se iluda, a qualquer momento, por força de lei já aprovada, esta pasta vai desaparecer. Virará Fundação. E quem sabe terá mais recursos – que se captará extra-orçamento.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo