FLASH. Desvio de R$ 10 milhões em verbas de marketing do Banrisul investigado por força-tarefa

Voltarei ao tema, se for o caso, com mais detalhes e até as eventuais implicações políticas decorrentes do episódio. De todo modo, o mundo político e o publicitário do Estado foi sacudido esta manhã com a prisão de pelo menos três pessoas, inclusive um alto dirigente do Banrisul e dois bam-bam-bans duas agências de publicidade peso-pesadas do Estado.

O motivo: a investigação de um desvio de R$ 10 milhões (número ainda não fechado) de verbas do marketing do banco que, nas palavras do delegado da Polícia Federal, Ildo Gaspareto, seria uma “vítima”. Acompanhe, a propósito, a informação mais recente acerca do assunto, em reportagem publicada agora há pouco na versão online do jornal Zero Hora. A seguir:

Força-tarefa investiga supostos desvios de até R$ 10 milhões na área de marketing do Banrisul

… Uma força-tarefa da Polícia Federal, do Ministério Público Estadual do RS e do Ministério Público de Contas investiga possíveis desvios de recursos da área de marketing que teriam causado prejuízo ao Banco do Estado do Rio Grande do Sul – Banrisul.

A suposta organização criminosa, integrada por alto funcionário do banco, diretores de agências de publicidade e prestadores de serviços pode ter causado prejuízo de mais de R$ 10 milhões nos últimos 18 meses.

A investigação dá conta de que as ações de marketing do banco, contratadas junto a agências publicitárias, seriam superfaturadas. De acordo com a PF, as campanhas eram terceirizadas a empresas que, por sua vez, subcontratavam os reais executores dos serviços. Estes, segundo a PF, cobravam preços muito menores do que aqueles pagos pelo banco…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SIGA O SITÍO NO TWITTER



9 comentários

  1. Luiz Reffatti

    “Lembrar é fácil para quem tem memória. Esquecer é difícil para quem tem coração.” William Shakespeare
    lembrei de um ex-super-secretário

  2. Jack Baranhas

    Outra fraude do Banrisul. Ainda tem muitas pra descobrir. Falando nisso, já ficou sabendo onde saem as convocações para os concursos do Banrisul? nem eu.

  3. Jose Delcatti

    Nossa! Um dia após a Yeda quase convencer as pessoas de que o governo dela não teve problemas de corrupção , aparece esta novidade.

  4. Franz Ferdinand

    No jornal desta quinta (reportagem da quarta-feira), a governadora Yeda (e o Índio mensalão do DEM) compara o factóide sobre a violação do sigilo fiscal da filha do Serra ao caso Watergate. Menos de 24h depois…
    Tóin! A PF desmonta esquema de corrupção no Banrisul, junto com MP e Tribunal de Contas.
    Cala-te boca, governadora! Cala-te boca!

  5. COPETTI

    O Banrisul era administrado pelos PEEMEDEBISTAS há 18 meses atras,tem que investigar tudo de lá para cá.

  6. Rogério Ferraz

    Não esquecendo que o homem forte das finanças da Corsan durante todo o governo Yeda era um senhor Chamado Martinez, oriundo do… Banrisul. Aliás, com nome citado em outras Operações da PF.
    Lembrando ainda que a verba de publicidade prevista para todo o ano de 2010 na Corsan foi “investida” nos primeiros quatro meses do ano.
    Ou ninguém estranhou aquela “estratégica” antecipação do festival de Balonismo em Santa Maria????
    Aguardem que logo deve aparecer mais escândalos. Entregamos como sindicato, ao Procurador Chefe do Ministério Público de Contas, Geraldo Da Camino, documentação sobre isto. No Banrisul ele já estourou. Vamos aguardar por novidades na gestão Corsan.
    Yeda vem dizer que não há corrupção? Claro, se não investigar, não tem. Com maioria na Assembleia, os Conselheiros do Tribunal de Contas indicados por ela, compra com dinheiro público o silêncio da RBS. Assim, até eu passo por santinho.

  7. Eugenio

    Rogério , como assim ? Quem são os integrantes do Tribunal de Contas? Como eles estão lá? Quantos são?

  8. marcio rocco

    Ah!!! Boa, quando convêm a polícia federal é eficiente, quando não convêm é tida como cumplice do ficha limpa, estranho, muuuuito estranho isso. Mas no mínimo alguém tem que responder racionalmente: pq estão estourando tantos escândalos em período eleitoral? Será que existe algum motivo por traz disso? Há alguma intensão? Suspeito que devemos ter maior cuidado com juísos pré julgados. Temos essa característica de julgar de forma imediata, sem ponderar de forma justa os fatos. Tenhamos cuidado, muito cuidado.

  9. Rogério Ferraz

    @Eugenio
    Eugênio
    Tanto o Tribunal de Contas, como o Ministério Público de Contas, são formados por profissionais concursados que fazem o que podem para fiscalizar tudo o que lhes é atribuído. Com pouco pessoal, estão sempre sobrecarregados.
    O problema que eu vejo é o cargo de Conselheiro do Tribunal. Um “carguinho” que dá mais de R$ 22 mil para o resto da vida, como salário. Este cargo, que deveria ser ocupado por alguém da área, conhecedor dos meandros contábeis e fiscais, é ocupado por algum político indicado pelo governo de plantão. Então, qual a conclusão? Por exemplo: Yeda nomeou Marco Peixoto e Iradir Pietroski, tu acha ou confia que em algum momento estes caras irão condenar as contas da governadora? Por isto é que eu apoio a luta dos funcionários do TCE para que este cargo seja ocupado por alguém Técnico e não político. Espero ter colaborado para a compreensão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *