AssembleiaHistóriaMemóriaPolítica

MEMÓRIA. O lamento de Valdeci, pela morte do ex-vice-presidente José Alencar

Valdeci e Alencar, em foto de 2008: contatos maiores em 2006, na campanha da reeleição

A propósito da morte, na tarde de hoje, do ex-vice-presidente da República José Alencar, recebi material produzido pela assessoria do deputado Valdeci Oliveira. O texto é de Rita Barchet, com foto (de arquivo) de Flávio Carmo. Confira:

Valdeci lamenta a morte do guerreiro José Alencar

O ex – vice- presidente do país, José Alencar, faleceu aos 79 anos, nesta terça (29), após 14 anos de luta contra ao câncer. A luta do político foi acompanhada por toda nação brasileira desde que ser tornou vice- presidente da República ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no ano de 2002.

O deputado Valdeci Oliveira (PT), que foi coordenador da campanha da reeleição do presidente Lula no ano de 2006, conviveu com José Alencar durante várias agendas do político e empresário naquela campanha e também durante viagens como prefeito a Brasília quando José Alencar era ministro da Defesa. “José Alencar foi um suporte importante do governo Lula, era um homem culto, um empresário visionário e um político competente. Admiro a luta dele a favor da vida e não contra a morte, como ele mesmo dizia. A política nacional perde um grande membro, mas, o país ganha mais um digno exemplo”, ressaltou Valdeci. O deputado também destacou a relação que ele tinha com o Rio Grande do Sul mesmo sendo mineiro. “Sempre quando eu chegava no seu gabinete em Brasília ele dizia: sou mineiro, mas tenho um grande sentimento de gaúcho. Admiro muito o Rio Grande do Sul”, repetia ele.

O deputado ainda relembrou uma das frases que mais demostram a personalidade e a força de José Alencar. “ Em um das vezes que foi internado o vice-presidente falou que não tinha medo da morte por desconhecê-la e que não queria viver nenhum dia que não pudesse ser motivo de orgulho”, recorda.

Homenagem – O presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Adão Villaverde, solicitou um minuto de silêncio ao final da sessão plenária desta terça, em homenagem ao ex-vice-presidente José Alencar. Todos os deputados presentes na sessão aplaudiram a luta do político.”

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

7 Comentários

  1. Boa noite.
    Não entrarei no debate das despesas e dos funerais do Alencar. Como disse que Deus o tenha e terra lhe seja leve. Era solidário com a luta dele contra o Cancer, mas isso não o torna Santo, com certeza o sofrimento deve ter purificado a alma do bom velhinho. Não sei qual a virtude politica, será que por ter juntado com o PT? Quem havia mudado, o alencar ou o PT? Nada contra as Gerais, mas eles gostam de criarem mitos e herois, alguns não resitem meia dúzia de anos, mas deixam herança maldita na politica Nacional. Com todo o respeito, vi choros emocionantes no velório, será que estavam bebendo o falecido, e alguns se passaram nos “refrigerantes”? Não vejo essas virtudes politicas nesse Senhor cantadass em prosas, e versos. Vejo sim um homem humilde, que foi bem sucedido na vida, com ajuda do próprio Governo como ele disse em entrevista num programa de Televisão, acho que foi no Jo. Como cidadão deixou um grande divida, faltou aquilo que a justiça faz com os probres quando se negam fazer exame de DNA, a presunção da paternidade, e ferram os acusados. Segundo consta negou-se de fazer exame de DNA, pois é acusado de ser pai de uma professora, e de lambuja insinou que a mãe da moça era uma rameira. Por que para ele a lei não vale, será que foi por ser o vice Presidente na época? Se não era o pai, e mesmo que fosse, deveria sim sujeitar-se ao exame.

  2. Deixando de lado o que esta pessoa representou para a política brasileira, deixo algumas perguntas: porque este cidadão tem um velório com honras de chefe de estado? Todos os ex-vice presidentes teriam o mesmo tratamento? O dia de trabalho é descontado dos deputados, e demais pessoas, que não trabalharam nesse dia é descontado dos seus salários? E no fim das contas, quem paga as despesas com esse velório no Palácio do Planalto?

  3. este homem deixou um legado de realizações, era bem quisto em todos os partidos políticos, aprendi a respeitar as autoridades com meus pais, ele foi vice presidente e merece nosso respeito.

  4. Indiscutível é exaltar a força com que este senhor com que enfrentou seus canceres.
    O que para mim é triste é saber que grande parte do sucesso de seu tempo de vida foi o poder de sua carteira.
    Tinha médico particular, melhores clínicas, melhores medicamentos,… isto tambem ajudou a espichar a vida do bom velhinho. Isto é triste quando se trata do vice-presidente de uma páis onde muitos morrem nas filas. Ele poderia ter deixado a maior das heranças do mundo: um sistema de saúde justo, honesto, ágil e eficiente. Deixará saudades mas podia ter feito mais. Para mim morre um ser humano, fico triste, mas não morre um herói.

  5. Bom dia.
    Achava um velhinho legal, bem humurado, formou uma bela dupla de neo liberal com o Molusco. Eh ruim ver as pessoas sofrerem para passar dessa para uma melhor.Falhou como ser humano ao se negar fazer exame de DNA para confirmar ou não a paternidade daquela moça. Se não é o pai por que se negar??? Ele não foi o único o Pelé também entrou nessa. Que Deus o tenha, e que a terra lhe seja leve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo