EconomiaMundoNegócios

OBAMA CÁ. Para além do oba-oba, cobrança de Dilma por fim de barreiras comerciais

Cordialidade, sim. Mas firmeza, também. E por que não?

Nesse momento preciso, o mais provável é que o Presidente ianque, Barack Obama, esteja dormindo. Está no Rio de Janeiro, onde tem vários compromissos domingueiros antes de começar o caminho de volta à América do Norte. Há muito de oba-oba, na visita obomiana. Como também alguns atos, digamos, midiáticos.

É do jogo. E nem há como ser diferente, em se tratando da visita (por sinal, o cara vem antes de Dilma Rousseff subir no mapa-mundi – o que pode fazer muita diferença, cá entre nós, nas relações entre as duas nações) do líder maior do mais influente e poderoso país do planeta.

Mas há, também, coisas muito sérias sendo tratadas. Uma delas, num discurso bastante forte e consistente (segundo todas as análises), partiu exatamente da presidente brasileira, neste sábado, em Brasília. O quê? Confira no material produzido pela Agência Brasil. A reportagem é de Luciana Lima, com foto de Antonio Cruz. A seguir:

Dilma cobra de Obama fim de barreiras comerciais

A presidenta Dilma Rousseff cobrou hoje (sábado, 19) do presidente do Estados Unidos, Barack Obama, o fim de barreiras protecionistas a setores produtivos da economia americana, como condição para intensificar relações comerciais entre os dois países. Em declaração conjunta à imprensa no Palácio do Planalto, Dilma citou setores como o de biocombustíveis, especificamente o etanol, exportação de carne, algodão, suco de laranja e aço, produtos brasileiros que precisam enfrentar sobretaxas para entrar nos Estados Unidos.

“Somos um país que se esforça para sair de anos de baixo desenvolvimento. Por isso buscamos relações comerciais mais justas e equilibradas. Para nós, é fundamental que sejam rompidas as barreiras que se erguem contra nossos produtos”, defendeu a presidenta.

Dilma disse ainda que está preocupada com os “efeitos agudos gerados pelas crises recentes”, mas que reconhece os esforços feitos pelo presidente Barack Obama para dinamizar a economia norte-americana, abalada pela crise dos últimos anos…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

MAIS (E ATUALIZADOS) DETALHES DA VISITA DE OBAMA, CONFIRA: AGÊNCIA BRASIL (AQUI), FOLHA DE SÃO PAULO (AQUI), O ESTADO DE SÃO PAULO (AQUI), ÚLTIMO SEGUNDO (AQUI), TERRA (AQUI) e G1 (AQUI)

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo