EconomiaNegóciosPrefeitura

ÓTIMA NOTÍCIA. Alemã KMW chega em setembro. Para começar, oficina. Mais adiante, fábrica de blindados

O brinde que selou a conquista para a economia santa-mariense: representantes da empresa e do Exército, o prefeito e o ministro

Por favor, antes de mais nada, vamos deixar claro, outra vez, o que dissemos desde o início e está no título destanota. A notícia é boa. Aliás, muuuuito boa. Mas apenas agora é que, ao contrário do que seeempre escreveu este sítio (com base nas informações da própria prefeitura e da empresa), se admite oficialmente e sem qualquer sombra de dúvida: o que vem, inicialmente, é uma oficina de reparação de blindados.

Não, não é pouca coisa. É muita. Tanto que, mais adiante, promete-se a instalação de uma fábrica. Mas depois. E mais: junto chegam outras empresas fornecedoras, o que também é extraordinário – em investimentos diretos e geração de empregos. Dito isto, vamos ao que interessa. O brinde, bem retratado nas imagens divulgadas, é merecido, correto e da bem a dimensão da importância do acontecimento desta terça-feira, no Rio de Janeiro.

Foi lá, na presença inclusive do ministro da Defesa, o santa-mariense Nelson Jobim (que, por sinal, estava de aniversário e deve ter gostado do presente), e do prefeito Cezar Schirmer, que a KMW oficializou o seu investimento na boca do monte. Estavam todos na LAAD 2011 Defence & Security – a maior e mais importante feira de defesa e segurança da América Latina, que acontece nas dependências do Rio Centro. E mais: a construção começa já em setembro deste ano.

A propósito do acontecimento, acompanhe o material produzido pela Coordenadoria de Comunicação Social da Prefeitura. O texto e as fotos são de Fabrício Minussi. A seguir:

 “KMW oficializa em feira internacional no RJ investimento em SM. Obra deve iniciar em setembro

Um dos blindados fabricados pela KMW, na exposição no Rio de Janeiro

A alemã Krauss-Maffei Wegmann (KMW) acaba de oficializar, no Rio de Janeiro, em escala mundial, a instalação de uma oficina de manutenção de blindados em Santa Maria. O anúncio, que contou com a presença do ministro da Defesa, o santa-mariense Nelson Jobim, do prefeito Cezar Schirmer e do CEO da KMW, Frank Haun, ocorreu no estande da empresa instalado na LAAD 2011 Defence & Security – a maior e mais importante feira de defesa e segurança da América Latina, que acontece nas dependências do Rio Centro, na Barra da Tijuca.

De acordo com Haun, “este anúncio trata-se de um comprometimento com o Brasil, que agora estende suas atividades com a implantação de uma subsidiária em Santa Maria, onde encontramos o local e as condições ideais para estabelecermos a nossa política de investimentos e expansão de atuação junto ao mercado da América do Sul”, salientou o CEO da KMW, durante o encontro que teve com Schirmer, Jobim e autoridades militares, entre elas o general Enzo, do Exército Brasileiro (EB).

A confirmação de que Santa Maria será o palco desse investimento, com transferência de tecnologias de ponta, ocorreu, simultaneamente, através do site da empresa alemã (www.kmweg.de). De acordo com os representantes da KMW, inicialmente, os investimentos ocorrerão na construção de uma oficina de manutenção de blindados modelo Loepard. Numa segunda etapa, está prevista a ampliação da planta que se transformará em uma fábrica de blindados.

A localização geográfica da cidade, a mão-de-obra qualificada formada, através da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e o perfil do Município, que tem boa parte de sua vocação voltada à atividade militar, pesaram na decisão da KMW em se instalar em Santa Maria. O espaço também abrigará um grande contingente dos blindados produzidos pela empresa alemã, que não anunciou o valor que será investido no projeto global.

No momento, os alemães realizam a sondagem de um terreno, apontado como ideal para erguer a planta. A confirmação do local pode ocorrer ainda na próxima semana. O terreno considerado pela KMW para investimentos em Santa Maria fica no Bairro Boi Morto. Boa parte da mão-de-obra a ser absorvida pela planta produtiva deve ser gerada em Santa Maria, com treinamento específico a cargo dos alemães.

Quem conferir o estande da KMW no Rio Centro, não pode deixar de notar o destaque que os alemães dão para Santa Maria. A cidade está estampada e destacada em dois mapas que moldam o layout do espaço de divulgação da empresa. “A KMW chegou ao Brasil”, anuncia a decoração do estande, apontando para o Centro do Rio Grande do Sul, em referência à Santa Maria…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

41 Comentários

  1. roberto :@CarlosA muito tempo não nos cabe mais o título de cidade cultura, é só dar um passeio pelas ruas: alguém já viu um conteiner intacto? É isso é falta de cultura e educação. Esta semana, no dia daquela chuvarada teve muita gente reclamando da Prefeitura das ruas alagadas. Será que os alagamentos não foram causados pelo entupimento de bueiros e bocas de lobo pelo lixo jogado nas ruas?

    É evidente que sim Carlos;…o que só vem a comprovar que a nossa cidade não é tão “Cultura” assim, rsrsrs

  2. @Carlos
    A muito tempo não nos cabe mais o título de cidade cultura, é só dar um passeio pelas ruas: alguém já viu um conteiner intacto? É isso é falta de cultura e educação. Esta semana, no dia daquela chuvarada teve muita gente reclamando da Prefeitura das ruas alagadas. Será que os alagamentos não foram causados pelo entupimento de bueiros e bocas de lobo pelo lixo jogado nas ruas?

  3. Tô desconfiado é da qualidade dos tais blidados… quanta manutenção… por que ñ trazer uma fábrica da BMW!!!

    Sorte que choveu, diziam que em poucos dias iria faltar água… qualquer grande empresa precisa de água… temos?
    Até pra oficina, para lavanderia dos mecânicos…dizem que a seleção já teria começado em agudo e Sta cruz… fonte segura… conseguida lá no Ponto do Cinema onde a alemoada toma suas caipirinhas…querem quem fale alem4ao… m4ao de obra do exterior… uns 100 km daqui…

  4. Não briguem, pessoal! Nossos adversários são de outros pagos. É muito difícil a instalação de qualquer indústria aqui por diversos motivos.
    Por mais que o Schirmer e o Valdeci – e os antecessores, e outros políticos – tenham se empenhado, os resultados foram pífios. Afinal, é a economia que move o mundo.

    Pensando com a cabeça de um empresário, é muito mais interessante fazer uma indústria em São Paulo, por que lá está concentrado todo o potencial de mão-de-obra especializada, logística, comunicação, etc. Não tem como competir com eles.

    Somente a vontade política de desenvolver uma região pode equilibrar a disputa. Se não fosse assim, não existiria nenhuma fábrica na Zona Franca de Manaus. O nordeste tem crescido num ritmo ‘chinês’.

    Os nossos políticos, de qualquer partido, é que tem que botar pressão para que a cidade – e a região, não esqueçam – estejam na pauta do desenvolvimento. A Dilma está na China, tratando de negócios. Algum político de Santa Maria está junto?

  5. É claro que para Sta Cruz do Sul vale a mesmo princípio Sr. Roberto, não sei se já teve oportunidade de trabalhar em Sta Cruz? Eu tive e se acompanhas um pouco as notícias a cada ano a indústria do tabaco em Sta Cruz e no Brasil vem perdendo espaço e os próprios produtores induzidos há décadas a plantar fumo estão falindo e sem alternativas para mudar de ramo e sobreviver, ou agora vamos defender a idéia de estimular mais e mais o tabagismo como se fosse algo saudável? No final de tdo acho que Sta Maria pode agregar mais um “título” ao seu currículo, além de “Cidade Cultura”, “Cidade Universitária”, “Capital Nacional dos Blindados” e talvez até “Cidade da Fatec”, na mal né??

  6. Parabéns, parabéns, parabéns. Nos últimos anos não lembro de investimento de igual invergadura. Serão 20 milhões de Euros de investimentos iniciais, ou seja, só para começar. Ao críticos, típico dessa cidade, calem-se, pois se Santa Maria trouxesse uma fábrica de aviões, falariam que cairia em nossas cabeças, se viesse uma fábrica de indústria metalúrgica poluiria nossas fontes de água, se viesse até a grandene, achariam alguma desculpa para desvalorizar esse momento. PAREM! Essa cidade tem seu direito e seu dever de crescer, façam dela um lugar melhor para se viver, com muita geração de trabalho, lugares de lazer, uma cidade onde todos tem direito ao sol, e não apenas uma estrela. Dêem o braço a torcer, Santa Maria chegou a um patamar que desde os ferroviários não se via.

  7. Se Santa Maria será lembrada por exportar máquinas fomentadoras da morte (hahahahaha), será que Santa Cruz do Sul, capital do fumo, neste tempo de proibição ao fumo (aplaudo toda e qualquer restrição aos fumantes), é exportadora de cancer? Tenho certeza que a perda dos investimentos na indústria do fumo é rechaçado veementemente pela população daquele município. Então vamos parar com essas balelas, vamos valorizar tudo o que temos atualmente e os investimentos que virão, vamos saudar a instalação da KMV, a travessia urbana, o hospital regional, os eventos que colocam Santa Maria no mapa do esporte nacional, saudar a administração municipal, os nossos deputados, nossos representantes nos governos estadual e federal. Santa Maria unida e forte fazendo o presente e preparando o futuro!! Todos os comentaristas tem sua posição, a qual respeito sempre, mas pelo menos deixemos o pessimista de lado e trabalhemos pelo melhor para esta TERRA SANTA!

  8. Carlos :Sr. Alexandre, o senhor tem tdo direito de discordar das opiniões que não lhe agradam, porém isso não significa que elas estejam equivocadas, a menos que o senhor viva na convicção de que só as suas opiniões estão adequadas. Só para que fique claro eu não tenho nenhuma “obsessão” por idéias ou opiniões de qquer ideologia, apenas acredito que como seres humanos e sociedade devemos criar alternativas que reproduzam vida e bem estar para todos ao invés de passar a vida esperando por uma guerra na qual eu possa triunfar sobre os outros . Definitivamente, blindados não reproduzem vidas e mto menos bem estar. Esclareço que não fiz qquer referência negativa e/ou preconceituosa em relação aos militares, quartéis ou as forças armadas. a href=”#comment-18372″>@Alexandre Durica

    Sr. Carlos, então me explica como espera que conquistemos o respeito internacional sem um “Poder de Dissuacão”? Como espera que o Brasil conquiste uma cadeira no Conselho de Seguranca da ONU (desejo este que já vem desde a época do Getúlio, quando ajudamos os aliados a derrotar o Nazi-Facismo em 1945, durante a II GM)? Como espera que defendamos os nossos INTERESSES (Amazônia, Pré-Sal, Recursos Naturais e Minerais) sem um poder de dissuassão? Acha mesmo que a Venezuela, os EUA, a Argentina, o Japão e os países da Europa e a China são mesmo nossos amigos;…acredita que eles não tenham seus próprios interesses em detrimento ao nosso País?

  9. Baxinho da Borracharia :
    Prá mim o que interessa é saber se vão precisar de pneus ou se essas trlhas são com esteira.
    Não avisam a gente com antecedencia depois não se queixem, já to enjoado de dono de oficina que quer as coisas de última hora!

    Te cuida baixinho: a esteiras conesul, de Rosário do sul (perto da PRF) vai abrir filial aqui….

  10. Carlos do Nascimento :
    E aí Claudemir, quem sabe abrimos o debate aqui na Esquina Democrática, sobre se faz sentido e se é aceitável que Sta Maria, que já foi postulante a Cidade Cultura, atual Cidade Universitária, virar polo da Indústria Bélica??? Produzir blindados para serem exportados e alimentar guerras mundo a fora??? Tdo bem que é um presentinho da KMW pq o Min da Defesa acabou de adquirir 250 blindados desta multinacional, mas Sta Maria não deveria priorizar outro tipo de indústria como de medicamentos, material escolar, algo produza bens para a cidadania e não armas e tanques, num tempo em que precisamos é de desarmamento, combate à violência, paz etcc…Ou nada disso faz sentido, o que interessa é plata no bolso dos políticos e empresários???? Pelo que já li aí estou condenado ao rótulo de “pessimista” e contra o bem da cidade,bom debate
    (

    Olha meu amigo, em uma cidade que precisa de desenvolvimento, o que vier de indústria (pois é muito díficil atrair as mesmas) é mais do que válido. Se o munícipio conseguir outras indústrias, de outras áreas, melhor.
    Agora, uma empresa que é a maior da Europa em sua área, vir para Santa Maria e com certeza, atrair mais empresas junto com ela, é um grande feito e devemos sim comemorar.
    Sobre o fato de produzirmos blindados aqui, como já disse, se eles não viessem para cá, iriam para outra cidade e o blindado seria fabricado do mesmo jeito e esta outra cidade se tornaria rica e Santa Maria ficaria mais pobre e subdesenvolvida. Os egressos de nossas Universidades iriam para esta outra cidade, pois os empregos estarão lá…portanto, não adianta nada temos universidades por aqui e exportarmos nossas melhores mentes para outras cidades, pois aqui não tem mercado para os mesmos.

  11. Olha, eu conheci a KMW em Munique e é uma empresa séria, cuja principal sócia é a Siemens. Li a notícia no site, em alemão mesmo, para não haver distorções por parte de jornalistas e a intenção da empresa é sim de construir uma fábrica aqui em Santa Maria, além de planos mais audaciosos.
    Se esta notícia fosse em Caxias do Sul, em Porto Alegre, hoje eles estariam comemorando. Como foi aqui em Santa Maria, existe esta rivalidade política que não leva a lugar algum, este pensamento que nada vai dar certo por aqui, que a cidade não tem vocação industrial, etc….
    Temos que parar com estes pensamentos pequenos, temos que ter otimismo. A única empresa multinacional do porte da KMW aqui no estado, que eu vejo, é a GM, que transformou Gravataí, aliás, eu considero a KMW muito mais séria que a GM.
    A vinda de uma indústria deste porte, atrairá dezenas ou até centenas de empresas “satélites” a ela, fornecedores de produtos para a mesma, teremos um aquecimento na área da construção civil, de serviços, no comércio.
    Além disto, muitas empresas pequenas de Santa Maria se desenvolverão também.
    Por favor, vamos pensar na cidade e esquecermos cores políticas.
    Alguns tópicos em tom de deboche, com sinceridade, não levam a nenhum lugar.

  12. @Zinn

    Zinn :Lendo alguns comentários neste site me assusto com a postura de algumas pessoas agirem apenas de forma negativa.A campanha não começou.O Governo Schirmer esta buscando cumprir com suas promessas. A cidade esta melhorando muito.Além desta empresa a de se considerar a municipalização do Distrito Industrial que vai trazer para nossa cidade mais de uma dúzia de empresas e EMPREGOS. Parabéns Santa Maria!

    Esclarece melhor, vai trazer uma dúzia de indústrias ou de empregos?
    Não me leve a mal tenho pouco estudo.

  13. Prá mim o que interessa é saber se vão precisar de pneus ou se essas trlhas são com esteira.
    Não avisam a gente com antecedencia depois não se queixem, já to enjoado de dono de oficina que quer as coisas de última hora!

  14. Acho que sou muito burro, pois eu entendi na notícia que a KMW vai fabricar, em um futuro próximo, dois tipos de carros blindados e um tipo de ponte.
    Além da parceria com a FFG que irá fazer a manutenção dos blindados americanos M113 e tem interesse em se instalar em Santa Maria também.
    Realmente, fico assustado pela maneira que algumas pessoas torcem contra o desenvolvimento da cidade onde moram, com o pensamento mesquinho de querer favorecer somente o partido que pertencem (isto vale tanto para àqueles que tem esse pensamento negativo contra a travessia urbana (conseguida pelo Pimenta) quanto pelos que comentaram contra hoje (que foi conseguido pelo Schirmer, além do Jobim e de outros).
    Independente de partidos, temos que torcer para que nossa cidade se desenvolva, tenha prosperidade, que tenhamos mais empregos, mais riqueza.
    Quanto Santa Maria se tornar o principal centro industrial bélico do país, prefiro que nossa cidade seja rica e desenvolvida com a vinda deste tipo de indústrias, do que pobre e subdesenvolvida sem este tipo de indústria…afinal, se elas não viessem para cá, iriam para outra cidade.
    Como já disse antes, acredito que Santa Maria só tenha tido um desenvolvimento semelhante com a vinda da UFSM e talvez a cidade se desenvolva mais agora do que na época da UFSM…pois muitas indústrias virão, além dededsenvolvimento no comércio, em um aumento absurdo no nosso PIB, renda percapita , PIB percapita e PPA.
    Ou alguns aqui têm o complexo de vira-lata ou não passa de mesquinharia mesmo, do tipo, melhor a cidade se ferrar agora, para que meu partido ganhe a próxima eleição e eu ganhe o meu emprego como CC.
    Sorte que nossos deputados da oposição, como o Pimenta, têm um pensamento diferente deste e posso dizer que este tem toda a minha admiração e respeito, pois mesmo sendo da oposição, está pensando na cidade e não só em si e em seu partido.
    Temos que aproveitar esta boa onda, onde temos santamarienses com poder político em várias esferas do poder.
    O desenvolvimento que era para ter vindo em 95, com a vinda da Mercedes, virá agora, com a vinda da maior empresa fabricante de material bélico da Europa. Uma grande empresa, séria e responsável.

  15. Sr. Alexandre, o senhor tem tdo direito de discordar das opiniões que não lhe agradam, porém isso não significa que elas estejam equivocadas, a menos que o senhor viva na convicção de que só as suas opiniões estão adequadas. Só para que fique claro eu não tenho nenhuma “obsessão” por idéias ou opiniões de qquer ideologia, apenas acredito que como seres humanos e sociedade devemos criar alternativas que reproduzam vida e bem estar para todos ao invés de passar a vida esperando por uma guerra na qual eu possa triunfar sobre os outros . Definitivamente, blindados não reproduzem vidas e mto menos bem estar. Esclareço que não fiz qquer referência negativa e/ou preconceituosa em relação aos militares, quartéis ou as forças armadas. a href=”#comment-18372″>@Alexandre Durica

  16. Olívio :
    Se oficina mecânica de blindados é a mesma coisa que fábrica, então aqui na esquina tem uma montadora de automóveis.
    Esqueçam. Não existe fábrica, a não ser na cabeça dos políticos. O negócio dessa empresa é vender o serviço de manutenção para os tanques que já foram comprados.

    PERFEITO!

  17. Lendo alguns comentários neste site me assusto com a postura de algumas pessoas agirem apenas de forma negativa.
    A campanha não começou.
    O Governo Schirmer esta buscando cumprir com suas promessas. A cidade esta melhorando muito.
    Além desta empresa a de se considerar a municipalização do Distrito Industrial que vai trazer para nossa cidade mais de uma dúzia de empresas e EMPREGOS. Parabéns Santa Maria!

  18. Se oficina mecânica de blindados é a mesma coisa que fábrica, então aqui na esquina tem uma montadora de automóveis.
    Esqueçam. Não existe fábrica, a não ser na cabeça dos políticos. O negócio dessa empresa é vender o serviço de manutenção para os tanques que já foram comprados.

  19. Carlos do Nascimento :Nem começaram a fabricar o blindados e já começaram os ataques sem se identificar e o pior de tdo julgando as opiniões discordantes como se fossem crimes. Tô fora da trincheira. Bom descanso. @Alexandre Durica

    Muito prazer, sou Alexandre Durica, morador de Barra Velha-SC, trabalhando em Itajaí, SC. Por favor, não coloque palavras em minha boca, eu não disse que a sua opinião era “crime”, embora esteja equivocada. Bom descanso para você tb.

  20. Ah, delírio máximo:

    @Carlos do Nascimento

    @Paulo Uquito

    “olha lá o blindaod Made In Sta Maria… exportaremos a morte”
    “Acho que uma fábrica de blindados e tanto quartel dá uma imagem de violência para Santa Maria, mais forte que de cidade de universidades. Temos mais militares que professores.”

    Santa Maria sempre teve muito quartéis e muitos militares, repito sempre, mas parece que agora isso incomoda? Por favor senhores vão procurar chifre em cabeça de cavalo (sem querer ofender os bois)?

  21. Nem começaram a fabricar o blindados e já começaram os ataques sem se identificar e o pior de tdo julgando as opiniões discordantes como se fossem crimes. Tô fora da trincheira. Bom descanso. @Alexandre Durica

  22. Portanto a postura do governo federal é correta; mesmo porque se quisermos ser respeitados no cenário geo-político atual; temos que ser TEMIDOS e RESPEITADOS em termos de “dissuacão” e em de estarmos com as nossas Forcas Armadas preparadas e bem equipadas!

  23. Boa tarde.
    Bueno, oque eu pensei, e já coloquei aqui no Blog vai ser excutado. Será montada um oficina de manutenção de tanques de guerra. Existe a vontade de que seja transformada em uma fábrica de blindados, mas a distância até lá é muito grande. Veja o paradoxo, enquanto Sarney, Maria do Rosario e outros querem desarmar pessoas de bem, que possuem armas legais, gestam na Boca do Monte uma futura e estupenda fábrica de máquinas de guerra, que irão matar pessoas inocentes mundo a fora. Precisamos de industria limpa. Santa Maria tem que investir em Turismo, em fabricas de chip para os mais diversas finalidades. Se for oficina tudo bem,tudo até por ali. Mais hospitais, nemos blindados no Brasil.

  24. Carlos do Nascimento :Caro Nárcio, pelo que ouvi numa rádio local o investimento da KMW em Sta Maria garantirá emprego para tds os engenheiros e técnicos formados e que venham a se formar futuramente na cidade. Delírio. @Márcio Dutra

    Carlos;…já ouviu falar em “Política de Dissuacão”? Em estratégia de Defesa? Não? Me diz uma coisa, vc por acaso é brasileiro? Pois não parece,…esta sua obsecão por “cultura”, “educacão”, e “Paz” é totalmente incoerente;…em um mundo que está se armando cada vez mais (vide a Venezuela do coronel Chávez e o Irã e a Coréia do Norte); portanto a postura do governo municipal (e tb a do Federal) é correta; investimento pesado na indústria de ARMAMENTOS!

  25. Carlos do Nascimento :

    Cidade Universitária, virar polo da Indústria Bélica??? Produzir blindados para serem exportados e alimentar guerras mundo a fora??? Tdo bem que é um presentinho da KMW pq o Min da Defesa acabou de adquirir 250 blindados desta multinacional, mas Sta Maria não deveria priorizar outro tipo de indústria como de medicamentos, material escolar, algo produza bens para a cidadania e não armas e tanques, num tempo em que precisamos é de desarmamento, combate à violência, paz etcc…Ou nada disso faz sentido, o que interessa é plata no bolso dos políticos e empresários???? Pelo que já li aí estou condenado ao rótulo de “pessimista” e contra o bem da cidade,bom debate(NOTA DO SÍTIO – a seção “Esquina Democrática” não é democrática apenas no nome. Diariamente, o editor sugere um tema. Mas quem quiser, pode escrever sobre o assunto que lhe der na telha. Portanto, está aberto a qualquer debate, inclusive este, proposto pelo leitor. É só usar.)

    Sou pessimista junto: Santa Maria terra da cultura: oriziculura.Terra de produção de blindados e tanques, seremos referencia em todos conflitos: olha lá o blindaod Made In Sta Maria… exportaremos a morte. os otimistas falarão que exportaremos segurança. Acho que uma fábrica de blindados e tanto quartel dá uma imagem de violência para Santa Maria, mais forte que de cidade de universidades. Temos mais militares que professores univeristários.@Paulo Uquito
    @Paulo U
    É isso aí Paulo, obgado pela solidariedade, já que Sta Maria não vingou na cultura, a saúde pública está uma vergonha e o trânsito um caos que tentam resolver com maquiagem das ruas, vamos triunfar erguendo um Pórtico de um milhão e meio de reais, fabricar tanques e blindados para a Otan sustentar guerras na África e no Mundo Árabe. Se não conseguimos evoluir nas artes e letras vamos na bala mesmo, eta desenvolvimento provinciano …..

    Pronto,…tava demorando;…aí estão os defensores dos “Direitos Humanos”, os pseudo-humanistas da “PAZ”,…defensores dos bandidos, do desarmamento e e da desordem. Parabéns Santa Maria por este belo empreendimento!

  26. Caro Nárcio, pelo que ouvi numa rádio local o investimento da KMW em Sta Maria garantirá emprego para tds os engenheiros e técnicos formados e que venham a se formar futuramente na cidade. Delírio. @Márcio Dutra

  27. Cidade Universitária, virar polo da Indústria Bélica??? Produzir blindados para serem exportados e alimentar guerras mundo a fora??? Tdo bem que é um presentinho da KMW pq o Min da Defesa acabou de adquirir 250 blindados desta multinacional, mas Sta Maria não deveria priorizar outro tipo de indústria como de medicamentos, material escolar, algo produza bens para a cidadania e não armas e tanques, num tempo em que precisamos é de desarmamento, combate à violência, paz etcc…Ou nada disso faz sentido, o que interessa é plata no bolso dos políticos e empresários???? Pelo que já li aí estou condenado ao rótulo de “pessimista” e contra o bem da cidade,bom debate(NOTA DO SÍTIO – a seção “Esquina Democrática” não é democrática apenas no nome. Diariamente, o editor sugere um tema. Mas quem quiser, pode escrever sobre o assunto que lhe der na telha. Portanto, está aberto a qualquer debate, inclusive este, proposto pelo leitor. É só usar.)

    Sou pessimista junto: Santa Maria terra da cultura: oriziculura.Terra de produção de blindados e tanques, seremos referencia em todos conflitos: olha lá o blindaod Made In Sta Maria… exportaremos a morte. os otimistas falarão que exportaremos segurança. Acho que uma fábrica de blindados e tanto quartel dá uma imagem de violência para Santa Maria, mais forte que de cidade de universidades. Temos mais militares que professores univeristários.
    @Paulo Uquito

    @Paulo U

    É isso aí Paulo, obgado pela solidariedade, já que Sta Maria não vingou na cultura, a saúde pública está uma vergonha e o trânsito um caos que tentam resolver com maquiagem das ruas, vamos triunfar erguendo um Pórtico de um milhão e meio de reais, fabricar tanques e blindados para a Otan sustentar guerras na África e no Mundo Árabe. Se não conseguimos evoluir nas artes e letras vamos na bala mesmo, eta desenvolvimento provinciano …..

  28. Carlos do Nascimento :E aí Claudemir, quem sabe abrimos o debate aqui na Esquina Democrática, sobre se faz sentido e se é aceitável que Sta Maria, que já foi postulante a Cidade Cultura, atual Cidade Universitária, virar polo da Indústria Bélica??? Produzir blindados para serem exportados e alimentar guerras mundo a fora??? Tdo bem que é um presentinho da KMW pq o Min da Defesa acabou de adquirir 250 blindados desta multinacional, mas Sta Maria não deveria priorizar outro tipo de indústria como de medicamentos, material escolar, algo produza bens para a cidadania e não armas e tanques, num tempo em que precisamos é de desarmamento, combate à violência, paz etcc…Ou nada disso faz sentido, o que interessa é plata no bolso dos políticos e empresários???? Pelo que já li aí estou condenado ao rótulo de “pessimista” e contra o bem da cidade,bom debate(NOTA DO SÍTIO – a seção “Esquina Democrática” não é democrática apenas no nome. Diariamente, o editor sugere um tema. Mas quem quiser, pode escrever sobre o assunto que lhe der na telha. Portanto, está aberto a qualquer debate, inclusive este, proposto pelo leitor. É só usar.)

    Sou pessimista junto: Santa Maria terra da cultura: oriziculura.
    Terra de produção de blindados e tanques, seremos referencia em todos conflitos: olha lá o blindaod Made In Sta Maria… exportaremos a morte. os otimistas falarão que exportaremos segurança. Acho que uma fábrica de blindados e tanto quartel dá uma imagem de violência para Santa Maria, mais forte que de cidade de universidades. Temos mais militares que professores univeristários.

  29. E aí Claudemir, quem sabe abrimos o debate aqui na Esquina Democrática, sobre se faz sentido e se é aceitável que Sta Maria, que já foi postulante a Cidade Cultura, atual Cidade Universitária, virar polo da Indústria Bélica??? Produzir blindados para serem exportados e alimentar guerras mundo a fora??? Tdo bem que é um presentinho da KMW pq o Min da Defesa acabou de adquirir 250 blindados desta multinacional, mas Sta Maria não deveria priorizar outro tipo de indústria como de medicamentos, material escolar, algo produza bens para a cidadania e não armas e tanques, num tempo em que precisamos é de desarmamento, combate à violência, paz etcc…Ou nada disso faz sentido, o que interessa é plata no bolso dos políticos e empresários???? Pelo que já li aí estou condenado ao rótulo de “pessimista” e contra o bem da cidade,bom debate
    (NOTA DO SÍTIO – a seção “Esquina Democrática” não é democrática apenas no nome. Diariamente, o editor sugere um tema. Mas quem quiser, pode escrever sobre o assunto que lhe der na telha. Portanto, está aberto a qualquer debate, inclusive este, proposto pelo leitor. É só usar.)

  30. E não vamos esqueçer tb de que a nossa Aeronáutica; através da BASM está fabricando um VANT (Veículo Aéreo Não Tripulado) em parceria com uma indústria de Israel. Tenho a impressão de que a partir de agora daremos um passo gigantesco em torno do alavancamento da Indústria de Armamentos e de Defesa em nossa cidade. Com isto atrairemos também indústrias de outros segmentos para a região de SM; tais como a metal-mecânica, elétricas, telefonia, móveis, TI, aeronáutica, informática e de prestação de serviços de alta tecnologia. E não esqueçamos que a partir de setembro teremos o Hospital Regional (junto com um complexo da “Rede Sarah”);…o que atrairá tb + serviços médico-hospitalares e indústrias de materiais cirúrgicos. Arrisco a dizer que Santa Maria vai “Bombar” rumo ao Desenvolvimento Sócio-Econômico já a partir deste ano!

  31. Parabéns Santa Maria e Parabéns ao glorioso e sagrado EXÉRCITO Brasileiro (que apesar de alguns rancorosos; principalmente aos que usam a “estrelinha vermelha” e seus aliados; que sempre foram contra as FFAA); aí está a nossa Fábrica de Blindados (e que vai exportar Carros de Combate para toda a AL, África e Ásia); fruto do empenho incansável de alguns santamarienses abnegados e corajosos; que sempre Lutaram para esta fábrica vir para cá; Parabéns também Prefeito Schirmer e equipe. Quero ver agora;…onde estão os “pessimistas” e rancorosos de plantão; hehehe.

  32. Parabés ao Prefeito Cezar Schirmer pela desenvoltura que demonstrou em trazer para Santa Maria uma empresa deste porte, isto com certeza ira abrir portas para que outras empresas vejam Santa Maqria como um local ideal para os seus investimentos, e desta maneira os filhos desta terra permaneçam aqui honrando a sua Cidade.

  33. Márcio Dutra :
    Estou buscando saber de quanto será o investimento que a KMW fará em Santa Maria. Se alguém puder ajudar… Certamente a prefeitura tem esta informação, mas não sei por que motivo não é divulgado.

    Independente do valor do investimento, temos que comemorar e muito. Que não venham os pessimistas e secadores de plantão com suas manifestações de ciúme e inveja. Afinal todos trabalhamos por uma Santa Maria próspera, moderna, saudável, desenvolvida e feliz. Onde possamos viver e conviver em paz. Uni-vos, santamarienses nascidos ou adotados pelo crescimento desta adorada terra.

  34. Estou buscando saber de quanto será o investimento que a KMW fará em Santa Maria. Se alguém puder ajudar… Certamente a prefeitura tem esta informação, mas não sei por que motivo não é divulgado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo