PartidosPolítica

POBRES? PFFF!!!. Fernando Henrique disse a (sua) verdade sobre seu partido. E está se incomodando

Primeiro, vamos deixar claro, defender ricos e a classe média não é crime. E bem aceitável, do ponto de vista ideológico, e tem expressão significativa (minoritária ou não) na sociedade. Mas o problema é dizer isso, quando o que se quer é o voto de todos – inclusive dos pobres.

Assim, a percepção social é que PSDB, DEM e até o ex-comunista PPS defendem prioritariamente os ricos e os remediados. Mas confessar isso em artigo são outros quinhentos. E é exatamente por ter dito o que pensa que Fernando Henrique Cardoso, com a polidez possível no momento, tem sido bombardeado. Pelos adversários? Não. Pelos parceiros.

Que coisa é essa de dizer que não gostamos de pobres, estão, em outras palavras, falando dirigentes tucanos e demos, claramente agastados com o ataque de sinceridade de FHC. Resumindo: o presidente de honra do PSDB, e grande vestal da Nação, está se incomodando. E não é pouco. Se já o deixavam de lado, sempre que possível, imagina o que acontecerá com ele, agora?

Ah, toda a mídia tradicional tratou do assunto. Cada qual a seu modo, é evidente. Mas com correção, é preciso realçar. Pincei, da inúmera quantidade de textos a respeito, aquele publicado pelo jornal O Globo. A reportagem é de Cristiane Jungblut, Gerson Camarotti, Adriana Vasconcelos e Silvia Amorim. A seguir:

 “Declaração de FH incomoda partidos de oposição

Causou constrangimento no PSDB e no DEM a forma como o ex-presidente Fernando Henrique, no artigo “O papel da oposição”, na revista “Interesse Nacional”, expôs sua estratégia para a volta ao poder: deixar de lado o “povão” e priorizar as novas classes médias. Para parlamentares dos dois partidos, a repercussão dessa declaração anulou o impacto dos bons argumentos utilizados por FH.

A avaliação é que FH teria acertado se tivesse ficado na crítica ao aparelhamento dos movimentos sociais pelo PT e na impossibilidade de a oposição atrair esse público. Já petistas disseram que o artigo frisou o “perfil elitista” do PSDB. Trechos do artigo foram publicados nesta terça-feira pela “Folha de S. Paulo”. O texto integral saiu, depois, no Blog do Noblat.

Aécio se diz mais otimista com o futuro da oposição

No artigo, Fernando Henrique diz: “Enquanto o PSDB e seus aliados persistirem em disputar com o PT influência sobre os ‘movimentos sociais’ ou o ‘povão’, isto é, sobre as massas carentes e pouco informadas, falarão sozinhos. Isto porque o governo ‘aparelhou’, cooptou com benesses e recursos as principais centrais sindicais e os movimentos organizados da…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo