Internet

ESQUINA DEMOCRÁTICA. Em comparação com o Centro, os demais bairros de Santa Maria recebem o mesmo tratamento da Prefeitura?

POR MAIQUEL ROSAURO

Garantidas as regras do sítio, de civilidade (a crítica pode ser forte ou não, mas sem ser ofensiva, por favor), você é que decide o assunto, afinal de contas. Ah, e o que está no título é somente uma sugestão. Nada mais.

AQUI NÃO TEM NOTA ALGUMA, SÓ O TEU COMENTÁRIO. APROVEITE!

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

17 Comentários

  1. O Reizinho mandão, só passeia nas terras dos vassalos em épocas de eleição. No momento ele prefere viagens a reinos do velho mundo mesmo.

  2. Tratamento? Qual tratamento, se o alcaide, em seu último ano de mandato ainda não conseguiu concluir as obras iniciadas no governo Valdeci?
    Com relação às opiniões preconceituosas emitidas por pessoas despreparadas, vou me abster de comentar. Apenas afirmar que as imposições do governo de Getúlio Vargas, um grande brasileiro, somente comparável a Lula, a respeito da obrigatoriedade do ensino da língua portuguesa nas escolas, consistiam em requisito obrigatório de afirmação da identidade nacional brasileira, uma vez que em muitas colônias de imigração estrangeira não se ensinava o português, mas somente o idioma de origem daqueles que aqui chegavam. Até os dias atuais encontra-se quem, mesmo tendo aqui nascido, não se expressa na nossa língua. Além disso, deve-se levar em conta que foram acontecimentos de um momento histórico de conflito mundial.
    Penso, no entanto, que isso não justifica os enormes erros de português praticados pelos comentaristas deste sítio, que até hoje não aprenderam a língua pátria brasileira.
    Finalizando, afirmo que se trabalhar enriquecesse, como afirmam alguns, burro não puxava carroça; além disso, pra desmistificar algumas opiniões toscas, os maiores corruptos e sonegadores não são os pobres, ao contrário.
    Aqueles que desdenham dos pobres não se dão conta de que são estes que trabalham, os outros vivem da exploração desse trabalho.

  3. O foco da conversa deveria ser se os “bairros e vilas receberam o mesmo tratamento pelo poder municipal”. Na minha opinião NÃO. Estive no Bairro João Goulart e várias ruas são um CAOS. No Perpétuo Socorro, outro CAOS, aliás as benfeitorias são do governo anterior. E assim por diante. Gastaram tempo demais divagando e pesquisando empresas para “aportar” em Santa Maria e esqueceram o dia a dia do contribuinte que pagam seus salários e que votaram nele para BEM ADMINISTRAR. Sobre os comentários acima não deveríamos ser tão levianos em comentá-los. Até animais gostam de viver em ambientes limpos, arejados e confortáveis e é claro ter alimentação diária, portanto, quem se encontrar em situação de extrema pobreza é pq não encontram mais forças para sair dela sozinho.É claro que existem as excessões, inclusive me vi numa situação onde, ao sair dela, fiquei muito brava, mas mais calma pude raciocinar o que aconteceu. Empreguei uma senhora com 6 filhos e o marido desempregado. Pouco mais de 3 meses ela estava levando tudo que podia esconder na bolsa. Quando percebi a demeti e briguei comigo mesmo por tê-la colocado dentro da minha casa. O que me aconteceu é para eu pensar que todo pobre cometeria tal ato? Acho que não, por isso não podemos colocar todos num mesmo saco.

  4. O Alexandre tem razão se não fosse os imigrantes esse pais seria o que, pois os Brasileiros natos com raras exeções, só conhece fabrica de gente pois tem gente que não tem condições de ter um filho e tem dez, só para ganhar o borsa familia, e sair pedir esmola, e quando acontece as tragedias dizer eu não tinha nada e perdi tudo.

  5. empreendedor :Que papagaiada. Mas retomando o assunto proposto pelo site, falta melhorar saneamento nas vilas, horários e linhas de ônibus, segurança e lazer.

    Concordo plenamente com o empreendedor sobre o comentário do senhor Adelino.

  6. Nossa,…distorceu tudo que eu e o FABIO dissemos,…esse papo da “limpeza étnica dos pobres” é bem conhecido das “esquerdas radicais rancorosas” e pré-históricas. Cara,…ninguém aqui falou em ter que “limpar a pobresa”; como vc quer se fazer entender; portanto seus argumentos são vazios e sem fundamentos. E outra;…tenho o maior orgulho dos meus avós (e de outros imigrantes europeus e asiáticos que para cá vieram; extremamente pobres e com “uma mão na frente e outra atrás”);…que passaram FOME (mas FOME mesmo em seus países de origem;…e que aqui trabalharam duro,…que NUNCA pediram e nem ganharam assistência nenhuma do governo,…e que aqui ENRIQUEÇERAM graças ao fruto de seu TRABALHO honesto e contínuo. É só ver o exemplo de cidades como Santa Cruz do Sul, Agudo, Gramado, Canela e Novo Hamburgo (de origem alemã, tcheca e austriaca), Bento Gonçalves e Caxias do Sul (italianos) e de Santa Rosa e Horizontina (ucranianos, poloneses e russos); …qual vc prefere? @Adelino

  7. Que papagaiada. Mas retomando o assunto proposto pelo site, falta melhorar saneamento nas vilas, horários e linhas de ônibus, segurança e lazer.

  8. Nossa, realmente, a vitória pessoal de um ou de outro é um BELO argumento!!! Não se fechem em seus mundinhos, não pessoal. Argumentar que “é assim pq eu vivi” é absurdo! Tem gente que não percebe que usa o argumento que mais envergonha alguém que não tem oportunidades: diz que ela mesma conseguiu tudo com muito esforço e seriedade… é claro que existem aqueles que não querem trabalhar entre os que têm fome, mas não esqueçam que esses se proliferam em todas as camadas da sociedade, não só entre os pobres (ou alguém vai dizer que só conheceu rico trabalhador?). Entre aqueles que são pobres e querem deixar de ser e não tem oportunidades, o que mais machuca, com certeza, é ter que ouvir alguém falar que é só eles quererem que eles conseguem, portanto o argumento usado por alguns aqui está totalmente equivocado, não podendo se aproveitar nada. Enquanto tem gente que diz que conseguiu tudo por conta do próprio trabalho, eu digo: quase ninguém gosta de viver as custas dos outros! essa historia de que pobre gosta da miséria pra poder ganhar bolsa familia beira a ideia de uma limpeza etnica (onde os pobres seriam devidamente mortos para que a “sociedade” se livrasse da sua propria sujeira). E esse argumento é mais um que, com certeza, dói muito, pra muita gente, que se vê como um empecilho, que ve a si proprio como um desqualificado. Não é a assistencia social e os programas de renda que são os problemas do Brasil, é essa ideologia dominante da “bolsa miseria” que é.

  9. FABIO :Marco, eu concordo com vc… mas tambem nao sou tao sensivel ao ponto de achar que aquelas pessoas estao na situacao que estao por falta de oportunidade, se vivem em containers, e pq nunca procuraram evoluir, se contentam com o que tem e sobreviver apenas esta bom, minha mae inclusive mora na vila brenner, em rua asfaltada, mas mora la… tem linha de onibus. nasci e cresci ali, se fosse ser como um cidadao periferico, sem visao de futuro, hj estaria la. nas esquinas, me drogando, e me contentando com a vidinha de la, por isso que te digo, 90% das pessoas que estao onde estao, estao porque querem, nao me senssibilizo por aquelas pessoas nao.. nao porque eu poderia muito bem ser uma delas e nao sou. porque nao quis ser assim. vai ver vc, se as criancas que moram la , na sua grande maioria frequentam escola, tem pais que dizem: filho, estuda pra nao ser o que nos pais somos. pra ter uma vida melhor, nao que estudo seja tudo, mas ambicionar algo alem do pouco que tem. e que viver a custa de outros, do poder publico, pedir, mendigar, cansa menos que trabalhar e querer algo mais, e mais facil roubar que trabalhar. infelismente! portanto, colocar a culpa de viver mal no governo , seja ele municipal, estadual ou federal é facil… dificil e querer ser alguem sem viver a vida toda dependendo dos outros. raciocina comigo, se contentam vivendo em containers, se nao fosse assim, pegariam, pediriam, algumas tabuas velhas, fariam um barraco e depois chamariam a imprensa pra mostrar que tiveram que construir um barraco pq em container nao da pra viver. mas nao.!!! SE CONTENTAM. nao tem atitude , por isso digo, merecem estar onde estao!!! infelismente. e vai ser assim eternamente, nao adianta a Dilma dizer que vai erradicar a pobreza extrema, vontade ela ate tem. mas colocar na cabeca de quem vive nessa situacao que ela tem q mudar e ouuuuutra coisa. eu diria impossivel nos dias de hj…

    Concordo integralmente com as afirmações do FABIO;…e digo mais;…meus avós eram poloneses;…imigraram para o Brasil quando ainda eram crianças;…até a época da II Guerra Mundial; minha mãe me conta que eles não falavam nada de português (só o polonês;…aliás aqui no RS tinhamos muitas pessoas de origem alemã, italiana, russos, ucranianos, japonesês, etc; que só falavam seu idioma natal);…pois bem; com a entrada do Brasil na guerra e com a declaração de estado de beligerância com os países do “Eixo” (Alemanha nazista, Itália fascista e Japão Imperialista);…um decreto do Getúlio, baixou que todos os imigrantes e de origem européia deveriam aprender somente o português como lingua oficial (nem que fosse na “MARRA”;…pois quem se recusasse seria preso e até deportado para o país de origem);…meus avós nunca pediram nada ao governo (assim como as outras famílias de origem européia;…que construiram e DESENVOLVERAM este Estado)

  10. Marco Costa :Acho que o senhor Schirmer deveria fazer um Estágio de Vivência na Vila Brenner.Vivenciar a realidade daquelas pessoas que precisam matar um leão por dia para ter um prato de comida na mesa.Mais do que isso, verificar in loco os efeitos da sua atuação na prefeitura de Santa Maria. Ou alguém aí esqueceu que a única obra realmente projetada e criada na gestão Schirmer são os contêineres da Vila Brenner?
    http://www.revistaovies.com/reto/2011/08/ilhados/

    Estas pessoas não estão morando lá na Brenner somente agora Marco;…tenho conhecidos em SM e sei que elas já estão instaladas lá desde o início do 1° governo do prefeito Valdeci.

  11. Na volta da SUCV ta tudo bonito…. afasta um pouco e…
    A prefeitura diz que pode desapropriar imoveis abandonados… e os imoveis abandonados por ela,,,
    A calçada do Farrezao… aquela obra sem fim… mantem um pedreiro mexendo nas paredes para fazer de conta… a calçada tapada de macega…

  12. Marco, eu concordo com vc… mas tambem nao sou tao sensivel ao ponto de achar que aquelas pessoas estao na situacao que estao por falta de oportunidade, se vivem em containers, e pq nunca procuraram evoluir, se contentam com o que tem e sobreviver apenas esta bom, minha mae inclusive mora na vila brenner, em rua asfaltada, mas mora la… tem linha de onibus. nasci e cresci ali, se fosse ser como um cidadao periferico, sem visao de futuro, hj estaria la. nas esquinas, me drogando, e me contentando com a vidinha de la, por isso que te digo, 90% das pessoas que estao onde estao, estao porque querem, nao me senssibilizo por aquelas pessoas nao.. nao porque eu poderia muito bem ser uma delas e nao sou. porque nao quis ser assim. vai ver vc, se as criancas que moram la , na sua grande maioria frequentam escola, tem pais que dizem: filho, estuda pra nao ser o que nos pais somos. pra ter uma vida melhor, nao que estudo seja tudo, mas ambicionar algo alem do pouco que tem. e que viver a custa de outros, do poder publico, pedir, mendigar, cansa menos que trabalhar e querer algo mais, e mais facil roubar que trabalhar. infelismente! portanto, colocar a culpa de viver mal no governo , seja ele municipal, estadual ou federal é facil… dificil e querer ser alguem sem viver a vida toda dependendo dos outros. raciocina comigo, se contentam vivendo em containers, se nao fosse assim, pegariam, pediriam, algumas tabuas velhas, fariam um barraco e depois chamariam a imprensa pra mostrar que tiveram que construir um barraco pq em container nao da pra viver. mas nao.!!! SE CONTENTAM. nao tem atitude , por isso digo, merecem estar onde estao!!! infelismente. e vai ser assim eternamente, nao adianta a Dilma dizer que vai erradicar a pobreza extrema, vontade ela ate tem. mas colocar na cabeca de quem vive nessa situacao que ela tem q mudar e ouuuuutra coisa. eu diria impossivel nos dias de hj…

  13. Acho que o senhor Schirmer deveria fazer um Estágio de Vivência na Vila Brenner.
    Vivenciar a realidade daquelas pessoas que precisam matar um leão por dia para ter um prato de comida na mesa.
    Mais do que isso, verificar in loco os efeitos da sua atuação na prefeitura de Santa Maria. Ou alguém aí esqueceu que a única obra realmente projetada e criada na gestão Schirmer são os contêineres da Vila Brenner?

    http://www.revistaovies.com/reto/2011/08/ilhados/

Deixe uma resposta para Adelino Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo