Economia

CACISM. Empresários discutem demandas da região

POR MAIQUEL ROSAURO

A Cacism reuniu empresários na segunda-feira, 4, para tratar sobre demandas da região. É interessante observar na matéria abaixo, de Natalia Apoitia e Paola Schwelm – assessoras de comunicação da Cacism, os temas que são considerados prioritários: aeroporto, hospital regional, duplicação da ERS-509 e dificuldade de diálogo com a UFSM. Também parece haver certa tensão com a Federasul… Leia abaixo:

Cacism mobiliza empresários da região

Na tarde desta segunda-feira, dia 04, a Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (Cacism) junto com a diretoria Regional da Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul) recebeu sete cidades no intuito de unir forças, através de apoios mútuos, em relação às diversas demandas de nossa região.

O presidente da Cacism, Luiz Fernando Pacheco, abriu a reunião salientando o momento difícil que Santa Maria está passando, após a tragédia do dia 27 de janeiro. Por isso, segundo ele, esta é a hora de conhecer e aprofundar as dificuldades de cada município para então elencá-las em união com pautas de interesse coletivo. Pacheco acredita que a união das entidades é fundamental para a criação de um elo regional.

“Em virtude da luta constante por melhorias devemos nos unir, assim teríamos uma força maior”, afirma.

O Aeroporto Regional foi uma das demandas sugeridas por Pacheco. Segundo o presidente, mesmo com a ampliação do terminal, projeto financiado pela CACISM, não é possível ficar com um aeroporto na base aérea por muito tempo. Dessa forma, mesmo com a ampliação iniciando em março já podemos começar a pensar em outras soluções em longo prazo.

Ao falar sobre o Hospital Regional, Pacheco acredita que o mesmo é um dos exemplos de pautas que podem ser discutidas a nível regional com as demais ACI’s. Mesmo as obras estando em fase final, o presidente acredita que a compra de materiais e a administração terão que ser debatidas mais tarde. A duplicação da ERS-509 e a dificuldade de diálogo com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) também foram levantadas por Pacheco.

“O Hospital Regional é de interesse da região, mas cada cidade tem suas necessidades. Cachoeira do Sul é um exemplo de pauta singular e Regional quando se fala na Universidade Federal de Santa Maria”, enfatiza.

O papel da Federasul, perante as necessidades das cidades do interior, foi outro aspecto abordado pelos participantes. A presidente da ACI de Cachoeira do Sul, Cecília Machado, afirmou que se perguntava o motivo dos congressos serem realizados ao entorno de Porto Alegre. Cecília relembrou que ano passado, sua entidade pediu desligamento da Federação, questão que foi contornada mais tarde.

“Qualquer documento que tenhamos que assinar sobre esse assunto, estaremos juntos”, completa Cecília.

Durante a reunião ficou determinado que um documento será formulado com as demandas regionais e encaminhado à Federação. Outra decisão é que as reuniões serão realizadas em outras cidades durante 2013. Estiveram presentes representantes de Cachoeira do Sul, Jaguari, Restinga Seca, Rosário do Sul, São Gabriel e Toropi.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo