EducaçãoUFSM

RIZZATTI/LOVATO. O que eles querem para a UFSM

Rizzatti/Lovato: paridade dos segmentos
Rizzatti/Lovato: paridade dos segmentos

Os segundos a responder às questões propostas pela assessoria de imprensa da Seção Sindical dos Docentes da UFSM foram os professores Eduardo Rizzatti e Thomé Lovato, que também se apresentam à comunidade universitária como candidatos, respectivamente, a reitor e vice da instituição.

A eles foram acrescentadas duas questões, eis que desafiantes da atual administração. Uma delas é exatamente no que se diferenciam dos gestores de hoje. Confira o conteúdo das respostas de Rizzatti e Lovato. A edição é de Fritz R. Nunes. A foto é do arquivo dos candidatos. A seguir:

…Rizzatti e Lovato enfatizam trajetória humanista…

… Além da solicitação para que a chapa opine sobre os seis temas listados acima, foram encaminhadas duas outras questões em que há uma solicitação para que a chapa diga em que se diferencia do grupo que concorre à reeleição e também solicita para que haja um pronunciamento sobre em que aspectos a instituição deveria mudar. Acompanhe a seguir as respostas.

Pergunta- Em que a proposta da futura chapa à reitoria se diferencia da atual gestão da UFSM?
Resposta– Na trajetória humanista dos candidatos e especialmente na forma de construir e encaminhar as decisões conjuntas.

P- No que a instituição precisaria mudar? 

R- Na sua autocrítica e reflexão do seu papel propositivo inspirando e fornecendo mecanismos à sociedade de abrangência a efetivamente encarar seus problemas.

O que a chapa pensa sobre os seguintes temas

1Expansão: favorável, desde que com avaliação e consolidação da expansão já realizada e aprovada pelos Conselhos Superiores da UFSM.

2Democracia nas Ifes: fomentar e apoiar os processos de mudança legal para uma paridade dos segmentos…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Para mim esta candidatura é igual a da Heloísa Helena e Marina Silva, uma “dissidência” criada de ultima hora, apenas para bater na oposição de verdade. Assim Burmann tem que se preocupar com dois.
    Podem ver que Rizatti e Lovatto aliviaram na crítica, disfarçados que não podem bater na gestão que participaram.
    De uns tempos para cá esta estratégia virou normal.
    LOgo depois da eleição os “opositores” voltam as ter os benefícios da gestão reeleita.
    ANOTEM.
    Burmann: vai perder outra vez… ainda mais depois do que a RBS mostrou para teu centro, divulgando a interdição dos labs da odonto.
    Aproveita a candidatura para mostrar que TODOS o campus é inseguro e consegue um COMPROMISSO do atual e futuro reitor de FAZER e parar de dizer.
    Os alunos, funcionários e professores MERECEM segurança em todos centros, departamentos e cursos.
    Deixe esta marca na campanha. Serás lembrado. Te prepara para receber mais laço da oposição que da situação, que esta quer sair lisinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo