ECONOMIA SOLIDÁRIA. Rede de Educação Cidadã promove debate inclusive sobre os programas sociais

ECONOMIA SOLIDÁRIA. Rede de Educação Cidadã promove debate inclusive sobre os programas sociais - ecosol-recid

Encontro da Recid, uma das atividades simultâneas aos eventos da economia solidária

Entre as atividades que acontecem simultaneamente às Feira e Forum Social Mundial, um dos destaques também é o debate promovido pela Rede de Educação Cidadã, que está presente em Santa Maria. Confira mais detalhes, a seguir:

Por MAIQUEL ROSAURO (texto e foto), assessor de imprensa dos eventos

Recid comemora dez anos de atuação debatendo questões sociais

ECONOMIA SOLIDÁRIA. Rede de Educação Cidadã promove debate inclusive sobre os programas sociais - selo-ecosol-menorOs seminários, oficinas e debates do 2º Fórum Social, 2ª Feira Mundial de Economia Solidária e 20º Feicoop foram intensificados neste sábado, no Centro de Referência em Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, em Santa Maria. Pela manhã, a Rede de Educação Cidadã (Recid) reuniu integrantes em um dos lonões no Parque da Medianeira.

A Rede de Educação Cidadã é uma articulação de diversos atores sociais, entidades e movimentos populares do Brasil que assumem solidariamente a missão de realizar um processo sistemático de sensibilização, mobilização e educação popular da população brasileira. Também atua junto a grupos vulneráveis econômica e socialmente (indígenas, negros, jovens, LGBT, mulheres, etc), promovendo o diálogo e a participação ativa na superação da miséria, afirmando um Projeto Popular, democrático e soberano de Nação.

Durante o seminário, o representante do Movimento Negro, Luiz Felipe de Oliveira Teixeira, destacou ações da Recid em Bagé (município gaúcho em que atua) e também realizou análises de programa sociais que surgiram na última década, com destaque ao Fome Zero.

– Não adianta apenas distribuir comida se não atenuar as causas da fome – avalia Teixeira.

O palestrante também destacou a insatisfação da sociedade com os limites do governo. Ao final do evento, um debate foi realizado entre os participantes.

A Feira

Mais de mil empreendimentos de Economia Solidária, de 40 países, estão representados na Feira. São oferecidos cerca de 10 mil produtos da Economia Solidária e Agricultura Familiar. 

Os eventos que tiveram início na quinta-feira, 11 de julho, seguem até este domingo, 14. A Feira conta com o patrocínio de Sebrae, BNDES, Petrobrás, Sesampe do Governo Estadual e Senaes do Governo Federal. 

Horário de funcionamento da Feira:

Domingo: 7h30min às 18h

Acompanhe as notícias ao vivo da Feira no Facebook: https://www.facebook.com/FeiraMundialdeEcoSol



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *