PREFEITURA. E, de repente, tem secretário que não está validando ‘efetividade’ de CC. Schirmer já sabe

O editor não quer (e não pretende) cometer injustiça. Assim, que fique claro: isso já deve ter acontecido antes, com outros secretários e até em outros governos, inclusive no primeiro mandato de Cezar Schirmer. A diferença, agora, é que o pessoal começa a contar – desde que o sigilo seja garantido.

O quê? Simplesmente há secretários de governo, que têm suas responsabilidades (vide Lei da Responsabilidade Fiscal e atuação do Tribunal de Contas), se recusando a validar a “efetividade” de ocupantes de Cargos de Confiança que, coisa feia, não vão trabalhar – mas querem receber o seu.

Ao editor foram dados conta dois casos. Numa secretaria de ponta, de grande Orçamento, e noutra, de porte menor – mas não menos importante. Na primeira, três apadrinhados de graúdos governistas eram CCs lotados na pasta e o titular sequer sabia. Nem os viu, uma vez sequer. Mas queriam que assinasse a efetividade. A recusa foi “na hora”. Como também não demorou muito para que o caso fosse ao Palacete da SUCV. Ao que se sabe, o “recusante” foi prestigiado. Do contrário, se mandaria do cargo.

Já na outra secretaria, diante da posição do secretário, que também nunca havia visto “seus” CCs, logo não poderia mesmo dizer que foram trabalhar, são dois os casos. E também já chegaram ao conhecimento do Palacete, inclusive do dono da principal cadeira, o próprio prefeito Cezar Schirmer. Os padrinhos, especialmente um, também é dos grandões. Menos por suas condições, mais por seu poder politico.

Alguém dirá: por que o editor não dá os nomes? Porque, nesse caso, protege-se quem tem menos poder, e não quem tem mais. Se fosse por esses, estaria dito. Mas, quem tiver curiosidade, vai ao Portal de Transparência e confira sobrenomes mais ou menos famosos e os relacione com quem tem algum tipo de poder. Dá trabalho. Mas nem tanto.

EM TEMPO: até onde se sabe, também nesse segundo caso, o titular da pasta foi prestigiado. Não se sabe até quando.



5 comentários

  1. Ana S

    e têm os dois secretários “deputados” que só trabalham de terça a quinta, hehehe facil deduzir, as “o recheio? sic” da ultima reforma.

  2. Ricardo Zanini Santana

    Infelizmente, nossa cidade continuará “pequena” enquanto gente com estes pensamentos por aqui habitarem os palácios…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *