CidadaniaEducaçãoHistóriaPolíticaUFSM

HISTÓRIA. Congresso debaterá, na UFSM, ditaduras, transições e democracias. Vem gente até de Portugal

Para que nunca mais cartazes como esse sejam necessários no Brasil: DITADURA NUNCA MAIS
Para que nunca mais cartazes como esse sejam necessários no Brasil: DITADURA NUNCA MAIS

Vamos combinar que o momento é pra lá de apropriado. Há 51 anos o Brasil entrava num período de trevas, que duraria duas décadas e meia. E há quem gostaria de ver de volta aquele momento histórico em que perseguições políticas pelo simples fato de pensar diferente eram usuais, sem falar na tortura e morte dos que se opunham ao autoritarismo.

Nesse contexto, acontece na próxima semana um interessantíssimo evento na UFSM, em parceria com a Universidade de Coimbra, Portugal – país que também experimentou longo período de ditadura. Mais detalhes chegam através de material distribuído pela Coordenadoria de Comunicação Social da UFSM, com informações da Assessoria de Comunicação do Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCSH). A imagem é uma reprodução da internet. Confira:

 “Congresso sobre ditaduras, transições e democracias será na próxima semana

O Programa de Pós-Graduação em História, em parceria com a Unidade Descentralizada de Educação Superior da UFSM em Silveira Martins (Udesm) e com a Universidade de Coimbra (Portugal), promovem o Congresso Internacional Brasil/Portugal: Ditaduras, Transições e Democracias. O evento acontece de 6 a 10 de abril, no auditório do CCSH, prédio 74C, com conferências, mesas redondas, mini cursos e comunicações coordenadas.

O congresso abordará questões fundamentais acerca dos processos de ditadura e de construções democráticas vivenciados nos dois países. A análise de temas como o Estado Novo, o golpe civil-militar de 1964, o Salazarismo, repressão, a descolonização, o papel dos meios de comunicação, a transição política, redemocratização, que reunirá pesquisadores do Brasil, Portugal e Espanha, vem em uma hora em que esses países passam por momentos políticos delicados e polêmicos.

Um dos destaques do evento é o convênio interinstitucional entre a UFSM e a Universidade de Coimbra, que é eficaz para garantir o encontro de historiadores especializados no tema “Ditaduras e Transições”, a fim de qualificar o debate, aproximando gerações diferentes para debater o passado político e o presente comum.

As inscrições podem ser feitas por alunos da graduação, pós-graduação e docentes da rede pública no link até o próximo domingo (5), por R$ 25,00 para alunos de graduação, R$ 35,00 para pós-graduação e R$ 50,00 para professores, sendo 150 vagas ao total.

Mais informações sobre o evento pode ser obtidas no site http://w3.ufsm.br/congressointbrpt/.” 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

5 Comentários

  1. Parece que só é sério quem fala em ditadura cubana. Esse tipo de opinião mostra uma profunda ignorância com os fatos históricos ou, pior, jogam uma cortina de fumaça para tentar encobrir e/ou defender a ditadura civil militar a serviço de interesse alienígenas no Brasil.

  2. É calamitoso como ainda chafurdamos num tipo recorrente de competição onde deve haver antagonismos mesmo que seja letais, e tem de ser letais, se assim não for não estará de acordo, com essa natureza animal do homem. Sempre foi assim desde que mundo é mundo. O mundo foi edificado nessa ordem. Mesmo que há dois mil anos apareceu um homem focando em direção à uma luz. Deram-no como inimigo dos dominadores que somente enxergam seus interesses egotistas. Melhor, sabem o que é melhor para o outro. Se não estiverem de acordo. Corta-se. Bem. Deus nenhum resolveu esse incrível e sombrio pensar. Deus tem que se reinventar. Urge. E vai acontecer. Já que um dos princípios de Deus é: tudo é possível. Virá através de uma alta tecnologia. Se existe um termo específico, no momento não sei. Os cientistas estão trabalhando com robôs inteligentes. Esses estarão em todos os lugares possíveis. E serão feitos de um material tipo rabo de lagarto. Ao mesmo tempo que receber um safanão ou tiro de um criminoso, ele será regenerado automaticamente. Ele ensinará às pessoas a serem delicadas, cordiais e de boas maneiras. Darão respostas. Se um Carlo, na maciota pegar um remédio que nada tem haver, imediatamente o amigo robô falará palavras de luz e de admoestação. Carlinhos largará imediatamente a caixinha e não pensará duas vezes. É sério. Não é piada não. Assim que regimes e reformas vão se realizar a contento e todos ficarão felizes e educados.

  3. O debate pode ser levado a sério se incluir a ditadura Cubana, Venezuelana, o Irã, a Rússia a China e tantos outros "de esquerda" que se dizem democráticos, mas perseguem a oposição, matando e prendendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo