PolíticaTrabalho

TRABALHO. Vigilante agora têm Dia Nacional. Virou lei o projeto dos gaúchos Paulo Pimenta e Paulo Paim

Paim e Pimenta foram os autores do projeto de leei
Paim e Pimenta foram os autores do projeto de lei

Foi sancionado o projeto de lei originário dos parlamentares gaúchos Paulo Pimenta (na Câmara dos Deputados) e Paulo Paim (no Senado) e está instituído o “Dia Nacional do Vigilante”. Os detalhes chegam através de material distribuído pela assessoria de Pimenta, com foto da Agência Senado. Acompanhe:

Presidente Dilma sanciona projeto do deputado Pimenta que institui o “Dia do Vigilante”

A Presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei 13.136 que institui a data de 20 de junho como o “Dia Nacional do Vigilante”. O projeto tem autoria na Câmara Federal do deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS). Já no Senado a proposta foi apresentada por Paulo Paim (PT-RS).    

 “Estabelecer uma data para lembrar a profissão de vigilante é uma forma reconhecer o empenho dos milhares de trabalhadores que estão todos os dias na linha de frente, em uma função que complementa a segurança pública. O dia do vigilante, além de enaltecer a profissão, é uma data simbólica para reflexão sobre avanços para a categoria”, ressaltou o deputado Pimenta, que também participou da luta pela aprovação do adicional de periculosidade aos vigilantes.

Pimenta lembra que a data de 20 de junho foi escolhida por ser histórica para os profissionais. Foi neste dia, no ano de 1983, que a Lei 7.102/83, que regulamentou a profissão foi sancionada.” 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Agora que os Vigilantes têm o seu dia, suas vidas nunca mais serão as mesmas. Graças ao trabalho substantivo dos políticos petistas, o mundo algum dia será muito melhor.
    Os caras não conseguem nem fazer bobagem sozinhos, são necessários dois. Data simbólica, só rindo muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo