EstradasMeio AmbienteRegião

CIDADE. Interditada ponte da RSC 287. Ligação com Santa Cruz e Porto Alegre só através de via alternativa

Queda de cabeceira leva à interdição da ponte na RSC 287. Acesso à capital fica complicado
Queda de cabeceira leva à interdição da ponte na RSC 287. Acesso à capital fica complicado

Mais um dos efeitos da chuva que cai em Santa Maria e região desde ontem e que não tem hora para terminar: a principal ligação com Santa Cruz do Sul e Porto Alegre é afetada pela interdição de ponte a 5 km da cidade, após a Base Aérea.

Como isso aconteceu e a alternativa possível, para quem necessita usar esse caminho você fica sabendo no material originalmente publicado na versão online do jornal A Razão. A foto é de Gabriel Haesbaert. A seguir:

Queda de cabeceira faz Daer interditar ponte na RSC 287

Para preservar a segurança dos usuários, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) interditou a RSC-287, a cinco quilômetros do acesso a Santa Maria. A medida foi tomada nesta quinta-feira (08) após o aterro de encontro à cabeceira da ponte ruir no quilômetro 227,6.  A autarquia já está providenciando os reparos necessários em regime emergencial.

A alternativa para chegar a Santa Maria é desviar pela VRS-804 e seguir em direção a Silveira Martins. Após 5 quilômetros, o usuário deve transitar pela ERS-511 (distrito de Arroio Grande) e seguir em direção a Camobi/Santa Maria. Para sair de Santa Maria e chegar a Porto Alegre, deve-se usar o sentido contrário. O trajeto do desvio possuí cerca de quinze quilômetros.

Segundo o Superintendente Regional do Daer, Júlio Huber, o reparo da estrutura deverá levar cerca de 15 dias, prazo em que a principal ligaçãoi com Porto Alegre será restabelecida.

Ainda de acordo com levantamento do Daer a situação da RSC 511 segue sendo monitorada na entrada do Kiper, onde a água passa por cima da rodovia. Outra equipe foi deslocada para a ERS 516, na ligação entre Santa Maria e São Martinho da Serra, onde chegou a informação de que queda de pedras teriam interrompido parcialmente o tráfego de veículos no local.

Ainda na RSC 287 o Comando Rodoviário da Brigada Militar alerta para pelo menos duas situações: a água invadiu a pista nos trevos de acesso a Restinga Seca e Santuário. Nesses trechos pelo menos três acidentes com danos materiais já foram registrados pela madrugada e manhã de hoje.

A estrada que liga as cidades de Nova Palma e Faxinal do Soturno também foi completamente invadida pela água. Atenção, também, para quem trafega pela BR 392, entre Santa Maria e São Sepé, onde o acúmulo de água na pista pode provocar aquaplanajem.

No início da RSC 509 (Faixa Velha de Camobi), estrada que dá acesso à Universidade Federal de Santa maria (UFSM), o semáforo que fica no cruzamento com a Avenida Osvaldo Cruz apresentava problemas na manhã de hoje…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PARA LER OUTRAS REPORTAGENS DE ‘A RAZÃO’, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo