Artigos

Encontros e Desencontros – por Liliana de Oliveira

Nosso poeta Vinícius de Moraes já nos dizia que A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.  Não brinco com a vida. Leve-a a sério. Não acredito que exista outra vida, por isso não posso desperdiçá-la. Não acredito que exista uma justificação fora da vida e para além dela. O que justifica a vida é a vida nela mesma e nos encontros que vamos tendo ao longo da nossa existência.

Alguns encontros deixam marcas tão profundas que depois deles, somos completamente outros. Outros são tão superficiais, que logo nos desencontramos. Outros seguem sendo, apesar de aparente desencontro. Encontros e desencontros.

Talvez nosso maior desencontro não seja com o outro. Talvez não tenhamos encontrado a nós mesmos. Talvez estejamos buscando no outro aquilo que nos falta. Talvez estejamos esperando que o outro possa ser o lugar de um pequeno descanso, de uma pausa de nós.

Por vezes é preciso silenciar e reconhecer que os encontros se dão e se vão. É preciso seguir só. Mas depois de encontros que significaram, nunca mais seguimos sós. Seguimos dali pra diante acompanhados do que sobrou desse nosso (des)encontro. Vestígios, rastros, restos, marcas, fragmentos, resquícios que nos acompanham.

Há que celebrar tantos vestígios e resquícios em nós. Porque como Vinícius de Moraes já dizia, a vida só se dá pra quem se deu, pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu. Tanto mais encontros, mais desencontros, mais marcas, mais vestígios, mais vida. Vida que se expressa em nós e que se justifica a cada novo encontro.

Rogo para que possamos viver de tal modo que nunca recusemos ou nos arrependamos daquilo que fizemos ou vivemos. Rogo para que estejamos abertos a tantos encontros quanto nos forem possíveis. Rogo para que os encontros e desencontros possam permitir que encontremos a nós mesmos.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo