ESTADO. Primeira pesquisa em nove meses mostra Sartori com uma ‘popularidade’ semelhante a de Dilma

ESTADO. Primeira pesquisa em nove meses mostra Sartori com uma ‘popularidade’ semelhante a de Dilma - sartori-em-cima

Enfim, surge a primeira pesquisa a avaliar o governo de José Ivo Sartori, nove meses e pouco após a posse. É verdade que parcial, limitada às quatro maiores comunas do Estado. Mas, com certeza, como dizem os próprios pesquisadores, pode ser estendida para o Rio Grande inteiro. Curiosamente, o governador tem um desempenho bastante semelhante ao encontrado em Dilma Roussef: é reprovado pela população, que só na terra que ele governou, Caxias do Sul, é um pouco mais condescendente.

A pesquisa foi feita pelo instituto Methodus, e publicada (com as tabelas inclusive) pelo jornal Correio do Povo, como você confere, em detalhes, a seguir:

ESTADO. Primeira pesquisa em nove meses mostra Sartori com uma ‘popularidade’ semelhante a de Dilma - sartori-meioGoverno Sartori tem avaliação negativa

Menos de um ano após ter vencido as eleições estaduais, o governo de José Ivo Sartori enfrenta forte crise de imagem nas grandes cidades gaúchas. Dos quatro maiores municípios do RS, somente em Caxias do Sul o governo Sartori consegue um índice de aprovação superior ao de não aprovação. O fato de a pesquisa medir a avaliação do governo estadual nos quatro maiores centros urbanos, com forte influência sobre a formação da opinião pública do RS, pode ser tomado como indicador claro da baixa popularidade do governo Sartori. A pesquisa, feita pelo Correio do Povo em parceria com o Instituto Methodus, é a primeira avaliação do atual governo gaúcho publicada em um jornal de grande circulação no Estado.

Em Porto Alegre, Sartori registra os seus piores índices: 80,4% dos moradores da Capital não aprovam o governo do Estado, enquanto somente 19,6% o aprovam. Em Canoas e Pelotas temos praticamente o mesmo resultado, com desaprovação na casa de 73% e uma aprovação na casa de 26% em ambas as cidades. Somente em Caxias do Sul temos um quadro levemente favorável a Sartori, que é ex-prefeito da cidade: 52,7% dos eleitores aprovam o seu desempenho como governador, contra 47,3% que não aprovam.

Segundo Jefferson Jaques, diretor do Instituto Methodus, “Sartori repete o fenômeno do governo Yeda Crusius, que teve drástica corrosão de sua popularidade logo no primeiro ano do seu mandato”. A imagem negativa do governador, que corresponde a soma dos índices de ruim e péssimo, foi de 65,9% em Porto Alegre, 59% em Canoas e 57,8% em Pelotas. Só em Caxias do Sul esse índice foi sensivelmente menor, 31,3%. Entretanto, mesmo nessa cidade o governo não consegue registrar bons índices de imagem positiva, que corresponde a soma de ótimo e bom, que ficou em 25,7%. Em Caxias do Sul, a avaliação do governo é preponderantemente regular, que aparece com 42,9%, o que significa certa neutralidade, tolerância, mas não uma imagem positiva do governo…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *