Claudemir PereiraColunaPolítica

IMPRESSA. Na coluna desta segunda, uma aposta: a Câmara não será igual, no pós-março, mês da traição

Você confere a seguir, na íntegra, a coluna do editor do sítio, publicada na edição desta segunda-feira, 26 de outubro, no jornal A Razão:

Não necessariamente alguém da foto, mas há apostas em trocas na Câmara (foto AICV)
Não necessariamente alguém da foto, mas há apostas em trocas na Câmara (foto AICV)

Câmara não será igual, no pós-março

Há convicção entre muitos militantes graduados da política local: a atual Legislatura não terminará com a mesma composição partidária. E não apenas por conta da já confirmada virada de casaca de Jorge Trindade, o Jorjão, que trocou o petismo pelo Rede Sustentabilidade.

Dirigentes de pelo menos dois partidos graúdos apostam que haverá no mínimo duas, quem sabe até três deserções, por anunciadas decepções com as agremiações em que estão os possíveis “saintes”. Bem, essa seria a justificativa oficial a ser dada em março, mês único em que a mudança de partido não implicará em perda de mandato.

Mas, bem para além da mera discordância programática conjuntural, o que estaria fazendo uns e outros pensar em se mandar da sigla de hoje seria mesmo a sobrevivência eleitoral, que estaria ameaçada.

Bueno, taí algo que ninguém confessará agora. Não só por prudência, mas porque não é necessário. Afinal, março nem demora tanto assim.

O REDE, POR AQUI…

Se havia alguma dúvida da existência de dois grupos distintos no recém-nascido Rede Sustentabilidade, ela sumiu na sexta-feira, quando cá esteve o deputado federal, e principal estrela da agremiação no Rio Grande do Sul, João Derly – ele próprio saído do PC do B, pelo qual se elegeu.

… DIVIDIDO EM DOIS

Na montagem do que os redistas de Santa Maria chamam de Coordenação Municipal Provisória, todos os cargos têm uma dupla. Uma do grupo que veio do PSOL com Tiago Aires (porta-voz), outra chegou do PT com Jorge Trindade, cuja porta-voz é sua assessora Juliana Muller. Essa situação vai durar, aposta o colunista, até a hora da definição da coordenação permanente.

O PLEITO DE 2016…

Os partidos, definitivamente, começam a se preparar para os desafios de uma campanha que tem tudo para ser diferente, e sobretudo mais pobre. Também nesse sentido, as agremiações maiores se antecipam. É o caso do PT, por exemplo, que começou sábado um curso para os pré-candidatos a vereador.

…E O CURSO PETISTA

O curso petista é sobre “Princípios de Marketing Político”, ministrado pelo publicitário e professor Luciano do Monte Ribas. O objetivo é, como diz Ribas, que está retornando de Canoas, onde exerceu funções na secretaria municipal de Comunicação, “capacitar os pré-candidatos a planejarem minimamente uma campanha e, assim, obterem resultados melhores”.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo