PartidosPolíticaRegião

REGIÃO. Sai PMDB, entra PT. É a troca na prefeitura de Jaguari, com a renúncia de Cristofari. Valdeci foi lá

Santos (D), que recebeu o deputado, assumiu o cargo após renúncia do titular, o peemedebista Cristofari, que vai para o Governo Federal
Santos (D), que recebeu o deputado, assumiu o cargo após renúncia do titular, o peemedebista Cristofari, que vai para o Governo Federal

Por TIAGO MACHADO (texto) e ALEX LOPES (foto), da Assessoria do Parlamentar

Nesta quarta (1), o deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) esteve em Jaguari, na Região Central do Estado, para prestar apoio político ao novo prefeito do município, Sedinei dos Santos. Sidi, como é mais conhecido, deixou a condição de vice-prefeito para assumir em definitivo a chefia do Executivo depois que o titular, João Mário Cristofari, renunciou ao cargo para atuar em uma diretoria do Ministério do Desenvolvimento Agrário.

“Vim ao município cumprimentar e se colocar à disposição do Sidi para ajudá-lo na missão. O meu mandato parlamentar e a Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa estão sempre abertos para auxiliar o município e a comunidade”, reforçou o deputado, que também desejou sorte a Cristofari no novo desafio em Brasília.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo