CIDADE. Mais uma edição do Pátio Rural movimenta Santa Maria. Evento vai começar às 11 desta manhã

CIDADE. Mais uma edição do Pátio Rural movimenta Santa Maria. Evento vai começar às 11 desta manhã

CIDADE. Mais uma edição do Pátio Rural movimenta Santa Maria. Evento vai começar às 11 desta manhã - prefeitura-pátioPor RODRIGO RICORDI (texto) e JOÃO ALVES (foto/arquivo), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Começa neste sábado (3) a décima edição do Pátio Rural, evento promovido pela prefeitura, por meia das secretarias de Turismo e Desenvolvimento Rural. A feira, realizada no Hotel fazenda Pampas (antiga Cidade dos Meninos), reúne expositores de diversos distritos de Santa Maria que oferecem aos visitantes a sua produção artesanal e culinária. A edição de setembro homenageia a cultura do Rio Grande do Sul com o tema Tradições Gaúchas. O Pátio Rural fica aberto ao público no sábado e no domingo, das 11h às 20h. A entrada na feira é gratuita e o estacionamento custa R$ 3,00. A abertura oficial do evento ocorre sábado, às 15h, com a presença de diversas autoridades, entre elas o vice prefeito José Haidar Farret, expositores, agentes culturais e público.

Segundo a secretária de Turismo Norma Moesh, para a primeira edição do Pátio Rural, realizada em 2015, a expectativa de público era de 5 mil pessoas, porém o evento acabou atraindo muito mais do que o planejado.. “O molde e o local, a divulgação na imprensa, a potencialidade dos produtos, tudo isso, fez com que o público quadruplicasse, circularam cerca de 20 mil pessoas nos dois dias, ficamos felizes e surpresos. O Pátio nunca teve público menor do que a nossa expectativa inicial”, relembra Norma.

A secretária Norma ressalta o trabalho da equipe da secretaria de Turismo, juntamente com a de Desenvolvimento Rural, para o desenvolvimento de um projeto, que para ela, é um grande braço para o desenvolvimento do turismo da região. “Não trabalhamos com “cidade”, a gente trabalha com o município mesmo, que nossa intenção é irmanar o urbano e o rural. Trazer a potencialidade rural dos distritos para um lugar, gerar oportunidades para esses produtores. Isso traz uma perspectiva para o turismo, pois trabalha com a hereditariedade, com a história dessas famílias, e o Pátio Rural é um evento para famílias”, afirma. A secretária de Turismo também ressalta que em função da feira, os produtores dos distritos acamaram se organizando e eventos distritais começaram a ser realizados e alguns produtores começaram a participar de outras feiras.

Rodrigo Menna Barreto, secretário de município de Desenvolvimento Rural, comenta que até o ano passado, o Pátio Rural era custeado pelo Ministério do Turismo, porém em 2016, o incentivo federal foi suspenso, tendo a prefeitura que destinar recursos. “Quando a coisa é boa, o recurso aparece. O Pátio Rural tem essa energia diferente das feiras anuais, as pessoas sabem que vai ter, se programam, gostam, consomem. O Pátio é um evento consolidado no Estado. Sua existência forçou a organização dos produtores nos distritos, gerou outros eventos e outros negócios para os produtores para além da feira”, diz o secretário.

O prefeito Cezar Schirmer tem sido um incentivador do evento. “O Pátio Rural é a soma dos esforços de muitos e se tornou o que é hoje, numa griffe, pela aposta e pelo empenho de cada um. Existem coisas fabulosas acontecendo no nosso interior e é nossa obrigação oferecer instrumentos e incentivos que diminuam a distância com a cidade onde está o consumidor. O resultado todos estão vendo. O público tem uma opção de lazer em família, em harmonia com a natureza, e os expositores aproveitam para divulgar e vender seus produtos”, disse o prefeito.

Clima não atrapalha

Os dois secretários também ligam o sucesso do Pátio pela estrutura do Hotel Fazenda Pampas. “O Pátio sempre aconteceu independente do clima. Gostaria de frisar que o espaço da feira é amplamente coberto e há uma super estrutura de proteção contra a chuva. Essa edição acontece em setembro, mês das tradições gaúchas, por isso vamos ter comidas típicas, produzidas pelos expositores, e, também apresentações artísticas promovidas pelo CTG Sentinela da Querência”, revelou a secretária, que aproveitou para destacar a atuação da Secretaria de Desenvolvimento Rural pelas políticas públicas desenvolvidas para o fomento dos produtores rurais da região.

Turismo, cultura, arte, emprego, renda. Uma atração regional

Em 2015 foram realizadas sete edições do Pátio Rural e o Hotel Fazenda Pampas (antiga Cidade dos Meninos) se tornou o local ideal para reunir, em um só lugar, o que de melhor e mais importante produzem os distritos de Santa Maria. Os números registrados pelo evento denotam o sucesso da iniciativa, desenvolvida pela Prefeitura de Santa Maria, por meio das Secretarias de Turismo e de Desenvolvimento Rural: foram 120 mil visitantes, vindos de Santa Maria e de cidades vizinhas como Itaara, Agudo, Caçapava do Sul, Ijuí, Júlio de Castilhos, Silveira Martins e Porto Alegre. No ano passado, foi registrada a comercialização de R$ 1 milhão, beneficiando cerca de 250 agentes envolvidos no projeto, entre representantes das agroindústrias, culinaristas, artesãos, artistas e animadores culturais. Em 2016, nas duas edições realizadas até agora, foram mais de 40 mil pessoas – 25 mil na primeira e 16 mil na segunda – circulando pelo Hotel Fazenda Pampas. A comercialização nestes dois eventos girou em torno de R$ 400 mil.

Confira os expositores que vão estar na 10ª edição do Pátio Rural

Marli Weber Artesanato – Roupas de Bebê

Art Tatto’s – Artesanato em Madeira

Negrini Artesanato – Artesanato em Porongo

Neli – Artesanato

Sil Artes – Artesanato em Croche

Lucia Artes – Artesanato em Biscuit

Altamir Pirogravura – Pirogravura em Cuias

Artesanato da Carmem – Artesanato

Lê Artes – Artesanato

George Pains – Bancos e Mesas

Liz Portalet – Bonequeira

Joca Cáceres – Ferro e Madeira

Beco do Beijos – Mãos de Maria Artesanato

Pátricia Avozani – Artesanato

Lixo e Arte – Mosaico Casca de Ovo

Márcia e Guilherme Bernardes – Arte em Lã

Maria Inês – Artesanato

Rogério – Aves exóticas

Rolimã – Alexandre Carrinhos

Gastronomia

Boca do Monte – Peixes – Margarete

Palma – Risoto – Mari Lúcia

São Valentim – Vaca Atolada – Carol

Santa Maria – Carreteiro – Vando

Pains – Mocotó – Toninho e Eliane

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *