NÃO CUSTA LEMBRAR. Sabe a reforma política? Vai sair. Só não se sabe em que século, nem em que país

Confira a seguir trecho da nota publicada na noite de 23 de novembro de 2015, segunda:

POLÍTICA. Comissão já pode votar fim da reeleição e (in)fidelidade partidária e criar a “cláusula de barreira”

Que ninguém comece a ficar nervoso, se for contra ou a favor à (in)fidelidade partidária, a manutenção ou não do princípio da reeleição para cargos executivos ou mesmo a implantação da cláusula de barreira. Afinal, ainda há etapas a percorrer. Mas uma delas, de todo modo, a votação na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, já pode acontecer. Quando? Talvez já. Ou não. Dependerá da própria CCJ.

Depois, há o plenário do Senado, em duas sessões, nas quais há a necessidade de três quintos dos votos, pois se trata de Emenda Constitucional. Passando, como houve modificações em relação ao já aprovado na Câmara, voltará à análise dos deputados. Quer dizer, pode (e deve), em princípio, demorar.

Mas, quais as propostas em discussão? Este editor é favorável à reeleição, à fidelidade partidária e à cláusula de barreira (embora em percentual inferior à proposta pelo relator da PEC, que quer 5% dos votos para garantir bancada aos partidos na Câmara dos Deputados).  E…”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI                  

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, só agora aquelas propostas, por sinal modificadas, chegaram ao plenário do Senado. Falta terminar por lá, ir à Câmara… etc.. etc.. etc.. Como diria o amigo Antonio Candido Ribeiro, tudo a passos de cágados (com câimbras).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *