AssembleiaPolíticaSanta MariaSaúde

SAÚDE. Na Assembleia Legislativa, Valdeci denuncia ameaça ao Hospital da Brigada Militar de Santa Maria

Em reunião da Comissão de Saúde, a denúncia de Valdeci, inconformado com as explicações do Departamento de Saúde da BM
Em reunião da Comissão de Saúde, a denúncia de Valdeci, inconformado com as explicações do Departamento de Saúde da BM

Por TIAGO MACHADO (texto e foto), da Assessoria de Imprensa do Parlamentar

O deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) acionou a Comissão de Saúde e Meio Ambiente (CSMA) da Assembleia Legislativa para denunciar, nessa quarta (23), um problema que ameaça o funcionamento do bloco cirúrgico do Hospital da Brigada Militar.  Valdeci ocupou o Espaço de Assuntos Gerais da Comissão para protestar contra a determinação de retirada de um equipamento do HBM que é fundamental para a realização de cirurgias na instituição.

“Entendo como inaceitável a postura do Departamento de Saúde do Comando da Brigada. A transferência do arco cirúrgico para Porto Alegre acaba com a possibilidade de cirurgias e também coloca o Hospital em um limbo. Santa Maria passa por uma crise de saúde muito grave. Será que o governo do Estado atua para fechar o HBM local? Essa pergunta é inevitável diante dessa iniciativa injustificável”, afirmou.

Para Valdeci, o argumento de que o equipamento estaria sendo retirada de Santa Maria devido à falta de um anestesista no HBM local é um contrassenso. “Beira o ridículo essa explicação. O Departamento de Saúde deveria é se preocupar em agilizar a contração do profissional e não em retirar um equipamento que inviabiliza uma série de atendimentos de saúde. Já solicitei uma audiência com o comando da Brigada para tratar disso”, afirmou ele ao pedir apoio à causa aos demais membros da CSMA.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo