CÂMARA. Executivo demite CCs indicados por edis dissidentes e corta FG de esposa do atual presidente

PARTIDOS. Após perder cargos no Executivo, PSD cogita fazer parte da oposição ao governo Pozzobom

PARTIDOS. Após perder cargos no Executivo, PSD cogita fazer parte da oposição ao governo Pozzobom - luneta-dissidentes

União entre vereadores dissidentes da base e oposição estremeceu a relação entre PSD e governo Pozzobom. Foto Maiquel Rosauro / Arquivo

Por Maiquel Rosauro

Em uma semana marcada por exonerações de cargos de confianças (CCs) tanto no Legislativo quanto no Executivo, o maior prejudicado foi o Partido Social Democrático (PSD). A sigla do vereador Marion Mortari, que votou junto com a oposição na eleição da Mesa Diretora, perdeu seis CCs na Prefeitura.

O presidente do partido, Ramiro Dutra, aponta que as exonerações são uma retaliação do governo ao voto de Mortari. Ele também indica que o governo está sendo ingrato com a sigla.

“Na hora de trabalhar para a eleição do candidato e atual prefeito, Jorge Pozzobom, o PSD serviu e muito, pois nós fomos o fiel da balança para sua vitória. Agora que o nosso vereador votou em outra chapa na eleição da Mesa, ele exonera todos os nosso cargos”, relata Dutra.

O PSD foi o primeiro partido que apoiou Pozzobom no segundo turno, em 2016. Hoje, porém, a sigla está prestes a tomar um novo caminho.

“Com essa atitude, ele (prefeito) está nos colocando na oposição. Fomos o único partido que os CCs foram todos defenestrados da Prefeitura”, afirma o presidente.

Além de Mortari, os vereadores Alexandre Vargas (PRB), Adelar Vargas – Bolinha (PMDB), Leopoldo Ochulaki – Alemão do Gás (PSB), Deili Silva (PTB) e Ovidio Mayer (PTB) completam a lista de parlamentares dissidentes que se uniram à oposição para vencer a eleição da Mesa Diretora.



2 comentários

  1. GORDO INCRÉDULO

    Os caras votam contra e querem mais cargos ???? Achei que eles queriam o BEM DA COMUNIDADE !!!!

  2. everton

    A foto diz tudo. Todo mundo com a cara( de pau) de quem não está neste planeta. Outro mundinho, outra galáxia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *