Saúde

SAÚDE. “Percebemos que o Estado está solidário com a situação de Santa Maria”, afirma secretária de Saúde

Secretária municipal de Saúde, Liliane Duarte, participou de audiência na Casa Civil, em Porto Alegre, para tratar de demandas de Santa Maria. Um dos temas foi a dívida do Estado com o Município. Foto Divulgação

Por Mariana Fontana / Prefeitura de Santa Maria

Buscar alternativas e caminhos que ajudem a fortalecer e qualificar a área da Saúde em Santa Maria são compromissos assumidos e elencados como prioridade na Administração Municipal. Nesse sentido, diversos esforços são empenhados a todo momento pelo prefeito Jorge Pozzobom e pela secretária de Saúde do Município, Liliane Mello Duarte. Na terça-feira (16), a titular da pasta esteve na Casa Civil, em Porto Alegre, para tratar sobre o assunto e pleitear conquistas na área junto ao Governo do Estado.

Na Capital, Liliane se reuniu com o chefe da Casa Civil, Fabio Branco, e com o deputado estadual Frederico Antunes. Na oportunidade, Liliane falou sobre o cenário atual da Saúde em Santa Maria, ressaltando questões como a importância da abertura do Hospital Regional, os cinco anos da tragédia na Boate Kiss e o quadro geral da saúde na cidade.

Ainda, Liliane expôs a preocupação com a dívida de cerca de R$ 12 milhões que o Estado tem pendente com o Município, referente à falta de pagamento para o custeio da Casa de Saúde. A secretária destacou que o Município ainda não levou a questão para a Justiça e afirmou que tem buscado, recorrentemente, uma alternativa junto ao Estado, que seria a possibilidade de pagamento da dívida.

“Percebemos que o Estado está solidário com a situação de Santa Maria, está receptivo às demandas do nosso Município e que, assim como nós, quer auxiliar na melhoria dos processos na área da Saúde. Nossa expectativa é, em breve, receber uma notícia positiva com relação à liberação de recursos”, comentou Liliane.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo