AssembleiaEducaçãoSaúdeUFSM

UFSM. Deputado saúda manifestação do reitor agora reempossado pela abertura urgente do “Regional”

Por TIAGO MACHADO (texto) e CHRISTIANO ERCOLANI (foto), da Assessoria do Deputado (*)

Valdeci, entre Schuch e Burmann: apoio à nova gestão da UFSM

O deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) representou o presidente da Assembleia Legislativa, Edegar Pretto, na solenidade de posse da nova gestão da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e de recondução ao cargo do reitor Paulo Burmann, que ocorreu nessa quinta (4), no Centro de Convenções da instituição. Na cerimônia, Valdeci desejou êxito ao trabalho de Burmann e do novo vice-reitor, Luciano Schuch.

“O Burmann e o professor Paulo Bayard realizaram um trabalho que ficou marcado pelo diálogo e pela ampliação de relações com todos os setores da sociedade, o que é fundamental para a instituição. Tenho convicção que isso terá continuidade nessa nova gestão, que terá a presença do competente professor Luciano Schuch como vice-reitor”, destacou.

Valdeci também aproveitou a oportunidade para reafirmar o compromisso com a defesa da universidades pública. “Não podemos assistir de camarote o desmonte das nossas universidades e da educação pública como um todo. A UFSM é um orgulho para Santa Maria, para o estado e para o país. Mas é um orgulho diretamente ameaçado pelas políticas do governo Temer, que lamentavelmente vê a educação como um gasto e não como uma ferramenta para o desenvolvimento nacional”, complementou.

HOSPITAL REGIONAL – Valdeci também saudou o discurso do reitor Burmann, que fez uma forte manifestação contra o desmonte da saúde no Rio Grande do Sul. O reitor defendeu enfaticamente a abertura do Hospital Regional de Santa Maria, o que, segundo ele, garantiria, ao mesmo tempo, um desafogo para a superlotação frequente do Hospital Universitário (HUSM) e um novo campo de formação profissional na cidade e na região. “Nós não queremos esse hospital (o Regional) para a universidade. Queremos que esse hospital abra independentemente de quem fará a gestão. Queremos esse hospital aberto e 100% público”, afirmou Burmann.

Para Valdeci, a manifestação do dirigente merece ser apoiada. “Espero que a manifestação do reitor, a qual eu constantemente também faço na Assembleia Legislativa, tenha eco no Palácio Piratini e em Brasília, já que havia muitas autoridades presentes na cerimônia de posse. O Regional precisa abrir logo e precisa atender exclusivamente a população dependente do Sistema Único de Saúde, que é a população que carece de leitos e que todos os dias ‘dá com o nariz na porta’ ao buscar atendimentos”, acrescentou.

(*) NOTA DO EDITOR. Mais tarde, detalhes da solenidade em que Paulo Burmann empossou seu vice, Luciano Schuch, e todo o primeiro escalão da Reitoria

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo