Destaque

CÂMARA. Sindicância analisará se assessora de Luci cometeu irregularidade em postagem sobre Celita

Na imagem, o momento exato em que Celita (à direita) fez o gesto que indignou a assessora da Tia da Moto. Foto Reprodução

Por Maiquel Rosauro

O presidente da Câmara, Alexandre Vargas (PRB), autorizou a abertura de uma sindicância interna no Legislativo para apurar a conduta de uma assessora da vereadora Luci Duartes – Tia da Moto (PDT). A ação é reflexo da eleição da Mesa Diretora, realizada em 28 de dezembro.

Um dia após o pleito, Simone Ferrari, cargo de confiança (CC) da Tia da Moto, postou no Facebook um vídeo com o momento em que a pedetista usou o microfone para votar na chapa liderada por Cida Brizola (PP). Nas imagens, no canto direito, pode-se notar que a vereadora Celita da Silva (PT) faz um gesto que dá a entender que Luci estaria “chorando”.

Junto com o vídeo, Simone publicou: “às vezes ficava indignada quando falavam mal de alguns políticos, mas após esta atitude desleal, arrogante, antiética de uma parlamentar em relação ao posicionamento de outra colega parlamentar, principalmente sendo as duas mulheres e as duas professoras, sou obrigada a admitir que neste mundo da política existem políticos e “políticos” uns éticos e outros com uma arrogância sem precedente. Preste atenção no vídeo e a reação de “deboche” de “desrespeito” da Vereadora Celita em relação ao posicionamento da vereadora Profª Luci Tia da Moto. Total falta de respeito vindo de uma colega professora. Repugnante tal atitude”.

A resposta petista foi imediata, com uma nota de esclarecimento de Celita, uma nota de apoio da bancada do PT e a promessa de que seriam tomadas medidas jurídicas contra a assessora pedetista.

“Eu me senti prejudicada e constrangida. Minha imagem pessoal e política foi atingida. Não estou valorizando isso, mas jamais um assessor meu faria isso”, comenta Celita.

No início de janeiro, os petistas entraram com um pedido para uma possível sindicância interna para analisar o caso. O procurador da Casa, Lucas Meyne, deu parecer favorável ao andamento do processo e, na semana passada, Vargas autorizou a abertura da sindicância.

“Tendo em vistas os fatos publicizados e o parecer da procuradoria, foi sugerido ser aberta uma sindicância para ver se há irregularidade ou não”, explica o presidente da Casa.

Sorteio

Caberá ao setor de Recursos Humanos do Legislativo abrir a sindicância nos próximos dias. Vargas determinou que seja realizado um sorteio para que três servidores do quadro efetivo sejam designados para o serviço.

“Não temos como dizer se é irregular ou não a publicação da assessora. A comissão terá um relator que fará um parecer. A partir deste documento, decidiremos o que será feito”, finaliza Vargas.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. Admirável a conduta da Vereadora Professora Celita. Não alimentou polémicas nas redes sociais. Não fez nenhuma fala desrespeitosa em relação a assessora da Vereadora Luci ou a própria Vereadora e buscou os meios legais e formais para solucionar esta questão. O assessor é o coração do mndsto de um vereador. Suas atitudes poderão evidenciar positiva ou negativamente um vereador. Por isso todas as ações do assessor que envolve o vereador devem der calculadamente pensada. Publicar, de forma emocionada e impulsiva, a interpretação de um gesto sem verificar se essa interpretação confere com a realidade, é o cúmulo do amadorismo na assessoria politica.

  2. Como seria bom escutar também o outro lado da história. Até agora só quem se pronunciou foi o lado da Vereadora Celita e o consequentemente à versão Petista.
    Apenas uma sugestão desta parlamentar também envolvida na situação
    Atenciosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo