Destaque

PARTIDOS. PPL encaminha expulsão de deputado santiaguense que votou a favor de Recuperação Fiscal

Deputado estadual Bombeiro Bianchini (PPL) ignorou resolução do partido e votou a favor do Regime de Recuperação Fiscal. Foto Divulgação

Por Maiquel Rosauro

O Diretório Estadual do PPL encaminhou nessa quinta-feira (8) a expulsão do deputado estadual Bombeiro Bianchini (PPL), de Santiago. O parlamentar votou a favor do o projeto que autoriza o Estado a aderir ao Regime de Recuperação Fiscal da União (PLC 249/2017), contrariando determinação do partido.

“O voto do Deputado Estadual Bombeiro Bianchini a favor do PLC 249/2017, contrariando uma resolução da executiva estadual do PPL de 20 de janeiro de 2018, representa uma traição, mais do que uma afronta à orientação partidária ou ao programa do partido, significa uma traição ao povo gaúcho e aos seus eleitores, que seguramente ao depositarem os votos em um dos candidatos do PPL, nutriam a esperança de serem representados com altivez na defesa dos interesses de toda a população”, diz nota do partido assinada pelo presidente estadual Werner Rempel.

Em sua fanpage, Bianchini foi criticado por diversos seguidores. Para um deles, respondeu: “essa oposição que temos na Assembleia está querendo destruir o Estado”. Confira a justificativa completa de seu voto:

Abaixo, confira a nota do PPL/RS:

Nota ao povo gaúcho
A aprovação do PLC 249/2017 na ALRS coloca nosso estado no caminho do abismo, do aprofundamento da grave crise financeira e ao alcance da ganância daqueles que querem entregar nosso patrimônio por meio das privatizações.

O Partido Pátria Livre foi fundado em 2009, e desde sua fundação busca uma atuação unitária nacionalmente, tendo como programa o nacional-desenvolvimentismo e a defesa de um estado forte e soberano. Temos em nossas fileiras homens e mulheres que sonham em construir uma Pátria Livre, independente, com desenvolvimento econômico e social, e, que defenda o povo rio-grandense e brasileiro.

O voto do Deputado Estadual Bombeiro Bianchini a favor do PLC 249/2017, contrariando uma resolução da executiva estadual do PPL de 20 de janeiro de 2018, representa uma traição, mais do que uma afronta à orientação partidária ou ao programa do partido, significa uma traição ao povo gaúcho e aos seus eleitores, que seguramente ao depositarem os votos em um dos candidatos do PPL, nutriam a esperança de serem representados com altivez na defesa dos interesses de toda a população.

A submissão aos interesses nefastos da política imposta pelo governo Sartori, as motivações individualistas e eleitoreiras e a total falta de compromisso com o futuro de nosso povo, coloca o Deputado Bianchini em trincheira oposta a do PPL, diante disto, a Executiva Estadual está encaminhando no dia de hoje, para a comissão de ética nacional, nos termos de nosso estatuto, pedido de expulsão do Deputado Estadual Bombeiro Bianchini dos quadros partidários.

Werner Rempel
Presidente Estadual

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Partido do Pária Livre será o Partido que irei formar.
    Pra começar o nome PARTIDO já mostra divisão, cisão… Partido UNIDO é a coisa mais incoerente que existe.
    Um unido partido (verbo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo