(IN)SEGURANÇA. Assaltante que atacou a equipe da RBS na Vila Belga fugiu a pé. Acesse ao video da ação

(IN)SEGURANÇA. Assaltante que atacou a equipe da RBS na Vila Belga fugiu a pé. Acesse ao video da ação

(IN)SEGURANÇA. Assaltante que atacou a equipe da RBS na Vila Belga fugiu a pé. Acesse ao video da ação - g1-assalto-rbs

O assaltante, consumado o crime, fugiu a pé por rua da Vila Belga. Até o momento, não foi preso pela polícia – que investiga o fato

Do G1, o portal de notícias das Organizações Globo, com imagem de Reprodução

A equipe da RBS TV foi assaltada em Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul, quando realizava uma reportagem na manhã desta sexta-feira (27) sobre o roubo de luminárias. Por volta das 11h, um homem fez ameaças com um revólver e levou a carteira do cinegrafista com todos os documentos (veja no vídeo acima).

Assaltante: me dá a carteira.
Cinegrafista da RBS TV: está lá no carro.
Assaltante: então, pega lá. “Vamo”.

Ao ser ameaçado com a arma, o cinegrafista pede “não atira. Pelo amor de Deus, não atira”. Em imagens de câmeras de segurança é possível ver o suspeito fugindo após o assalto. A Brigada Militar fez buscas no local, mas até a publicação desta matéria não havia encontrado o homem.

PARA ACESSO AO VÍDEO, COM IMAGEM DO ASSALTANTE, CLIQUE AQUI

O crime ocorreu na Vila Belga, considerado um cartão postal do município. A equipe estava na região para mostrar que as luminárias se tornaram alvo de ladrões.

“Estamos perdendo os nossos postes decorativos, a vila é um patrimônio tombado, e essas iluminações fazem parte desse tombamento”, afirma o aposentado Elias de Oliveira.

Os postes foram instalados nas obras de revitalização da Vila Belga em 2012. Não é só a parte estética que preocupa os moradores. Sem os pontos de iluminação, as ruas ficam escuras.

“Realmente a gente está bastante preocupado porque a nossa vila era tranquila, a vizinhança ficava muito feliz por morar no local. Mas, hoje, a gente vê uma certa preocupação de todos porque os roubos se tornaram constantes”, explica o aposentado Valmir Borges.

Pelo menos 20 postes já foram quebrados ou levados inteiros. Nas imagens de câmeras de segurança, é possível ver que os bandidos nem se preocupam com o risco de choque elétrico.

A Guarda Municipal foi acionada e registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil, que investiga os crimes.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, E AINDA VER VÍDEO, CLIQUE AQUI.



3 comentários

  1. O Brando

    Sabe como é, 40% dos presos no Brasil são provisórios. Além disto as instituições estão superlotadas e o país tem a terceira população carcerária do mundo. Punitivismo não é solução.
    Como a culpa é da sociedade, da qual jornalistas também fazem parte, há que se fazer um trabalho de conscientização e ressocialização para tornar o ‘cumpanheiro’ assaltante um membro produtivo da comunidade.

  2. Ricardo Massu

    Por favor; chamem a deputada Maria do Rosário e o “sociólogo” (ex-vereador) Marcos Rolin para tentarem “socializar” este pobre assaltante “vitima” da sociedade capitalista burguesa.

  3. Éverton

    Interessante é que o “suspeito” tem o focinho preservado nas imagens. É lei. Salvo conduto para seguir se “rebelando contra o sistema e o descaso da sociedade elitista, fascista, golpista, capitalista…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *