CampanhaEleições 2018PesquisaPolítica

ELEIÇÕES 2018. Fogaça avança sobre eleitorado de Ana Amélia e, com Paim, lidera a disputa pelo Senado

Fogaça, do MDB, que virou candidato ao Senado com desistência de Germano Rigotto, lidera a disputa, junto ao já senador Paim, do PT

A primeira pesquisa eleitoral da campanha, com as novidades da saída da pepista Ana Amélia Lemos da disputa (para ser vice do tucano Geraldo Alckmin), aponta que seu substituto, Luiz Carlos Heinze, fica para trás e, sobretudo, que sobre o eleitorado dela avança o emedebista José Fogaça, que se apresentou agora há pouco ao jogo eleitoral. Ele e o petista Paulo Paim lideram, com relativa folga, até o momento, a disputa para as duas vagas ao Senado, pelo Rio Grande do Sul.

É a primeira, e mais óbvia, constatação do resultado da pesquisa de intenção de voto apurada pelo Ibope, para o Grupo RBS, e que está disponível no G1, o portal de notícias das Organizações Globo, como você confere a seguir. A imagem é uma montagem sobre fotos de Reprodução. Acompanhe:

Pesquisa Ibope para o Senado: José Fogaça/MDB, 27%; Paulo Paim/PT, 27%; Beto Albuquerque/PSB, 15%

Luis Carlos Heinze/PP tem 7%, Ana Varela/PODE, 6%; Carmen Flores/PSL, 6%; Dra. Sandra Weber/SD, 4%; Abgail Pereira/PCdoB, 3%; Cleber Soares/PCB, 2%; João Augusto/PSTU, 2%; Machado/DC, 2%; Mário Bernd/PPS, 1%; Romer Guex/PSOL, 1% e Marli Schaule/PSTU, 1% . Os demais candidatos não atingem 1%. Levantamento foi feito nos dias 14 a 16 de agosto.

Pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (17) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o Senado no Rio Grande do Sul:

José Fogaça (MDB): 27%

Paulo Paim (PT): 27%

Beto Albuquerque (PSB): 15%

Luis Carlos Heinze (PP): 7%

Ana Varela (PODE): 6%

Carmen Flores (PSL): 6%

Dra. Sandra Weber (SD): 4%

Abgail Pereira (PCdoB): 3%

Cleber Soares (PCB): 2%

João Augusto (PSTU): 2%

Machado (DC): 2%

Mário Bernd (PPS): 1%

Romer Guex (PSOL): 1%

Marli Schaule (PSTU): 1%

Brancos/nulos – Vaga 1: 18%

Brancos/nulos – Vaga 2: 24%

Não sabe: 55%

O candidato Luiz Delvair (PCO) não consta neste levantamento pois, no momento do registro da pesquisa, não havia informações suficientes sobre a oficialização de sua candidatura.

A pesquisa foi encomendada pelo Grupo RBS – RBS Participações S/A. É o primeiro levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

Sobre a pesquisa

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 1.008 eleitores de 60 municípios, com 16 anos ou mais

Quando a pesquisa foi feita: 14 a 16 de agosto

Registro no TRE: RS-01969/2018

Registro no TSE: BR-06119/2018

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro

0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado

Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa Ibope (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

Paulo Paim (PT): 7%

José Fogaça (MDB): 4%

Beto Albuquerque (PSB): 2%

Abgail Pereira (PCdoB): 1%

Carmen Flores (PSL): 1%

Luis Carlos Heinze (PP): 1%

Ana Varela (PODE): 0%

Cleber Soares (PCB): 0%

Dra. Sandra Weber (SD): 0%

João Augusto (PSTU): 0%

Machado (DC): 0%

Mário Bernd (PPS): 0%

Romer Guex (PSOL): –

Marli Schaule (PSTU): –

Outros: 3%

Branco ou nulo: 21%

Não sabem ou preferem não opinar: 72%

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo