Destaque

SEGURANÇA. Guarda Municipal, Brigada Militar e os fiscais agem na Praça Saturnino: três bares fechados

Ação integrada (BM, Guarda e Fiscalização) fecha três bares e realiza abordagens na Saturnino de Brito no final da noite de sexta-feira

Por MAURÍCIO ARAUJO (texto) e JOÃO VILNEI (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Uma ação integrada de combate à violência, à venda de bebida alcoólica para menores de idade e à fiscalização de alvarás de bares foi realizada na noite desta sexta-feira (28) na Praça Saturnino de Brito, na Região Central de Santa Maria. As abordagens são uma resposta do Poder Público e dos órgãos de Segurança da cidade aos recorrentes atos de vandalismo e de criminalidade registrados no local.

O efetivo da Guarda Municipal de Santa Maria e da Brigada Militar (BM), além de fiscais da Superintendência de Fiscalização, encontrou-se por volta das 23h30min na praça. Nas últimas semanas, o espaço foi palco de grande violência promovida por grupos rivais e por usuários de drogas.

As ações buscaram reprimir à criminalidade. Para isso, a BM fez abordagens e rondas policiais no local e nas redondezas. À Superintendência de Fiscalização e à Guarda Municipal coube verificar a documentação dos bares que vendem bebidas alcoólicas perto da praça.

Na ocasião, uma distribuidora de bebidas, na rua Duque de Caxias, foi notificada pela quarta vez por funcionar sem alvará. Além de fechar imediatamente, foi dado uma multa no valor de R$ 3,6 mil – pelas reincidências. Na mesma rua, outra distribuidora de bebidas foi notificada e fechada por funcionar além do horário permitido no alvará, sendo dada uma multa de R$ 160. Já na Rua Serafim Valandro, um bar foi fechado por também não ter alvará, tendo recebido uma multa de R$ 160.

Conforme o superintendente da Guarda Municipal, Sandro Nunes, a ação integrada entre os órgãos de segurança foi uma resposta importante dada à sociedade, já que a praça é um espaço público de grande movimentação de pessoas e precisa ser devolvido, com segurança, à comunidade.

“Foi uma ação concreta e efetiva, que buscou justamente coibir a criminalidade e reduzir os índices de violência na Praça Saturnino de Brito”, comentou o superintendente da Guarda Municipal.

No início da semana passada, preocupado com a violência no local, o prefeito Jorge Pozzobom convocou uma reunião com os órgãos de segurança da cidade. Várias medidas foram tomadas de imediato e, assim como a ação desta sexta-feira, outras ainda seguirão ocorrendo.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, E TAMBÉM VER OUTRAS FOTOS, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. A velha piada do ‘melhor tirar o sofá da sala’. Sujeito pega a mulher traindo e resolve dar um jeito no mobiliário. Ataca a violência das gangues? O problema dos usuários de drogas?
    Logo vem a explicação ‘sociológica’ dos ‘especialistas’. Mimimi. Os bares estão ali parados. Dão visibilidade. Poder público está ‘fazendo alguma coisa’.

  2. Se aquele irregular da Serafim não for fechado até fevereiro, vai ser outro foco de tiroteio e esfaqueamento na “Festa dos Bixos”, fora o bloqueio de mais uma via que irá acarretar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo