ASSEMBLEIA. Frente Parlamentar para a defesa da duplicação da RSC 287 será lançada nesta quarta-feira

ASSEMBLEIA. Frente Parlamentar para a defesa da duplicação da RSC 287 será lançada nesta quarta-feira

ASSEMBLEIA. Frente Parlamentar para a defesa da duplicação da RSC 287 será lançada nesta quarta-feira - valdeci-rsc-287Por MARCELO ANTUNES (com foto de Divulgação/EGR), da Assessoria de Imprensa do Deputado

Obra considerada fundamental para o desenvolvimento econômico e social do Estado, particularmente das regiões Central, Vale do Rio Pardo, Centro Serra, Quarta Colônia e Jacuí Centro, a luta pela duplicação da RSC-287 (imagem acima) ganha um novo ingrediente nesta quarta-feira (10).

Por iniciativa do deputado Valdeci Oliveira, às 11h30, no Salão Júlio de Castilhos da Assembleia Legislativa, em Porto Alegre, será lançada a Frente Parlamentar em defesa da obra, cujo objetivo é somar a força e a representatividade do Parlamento gaúcho no movimento iniciado pela sociedade civil e por lideranças empresariais do interior do estado.

A Frente contará com a participação de deputados de diferentes bancadas do Legislativo estadual. “Temos a certeza de que a presença e participação efetiva do Parlamento estadual dará ainda mais força e pluralidade ao movimento”, sustenta Valdeci, destacando que a 287 é uma das principais ligações entre as cidades do interior gaúcho e a Região Metropolitana.

O requerimento de criação da Frente foi protocolado por Valdeci na primeira sessão plenária da 55ª Legislatura da Assembleia, em fevereiro. “De pronto, conseguimos as assinaturas necessárias, garantidas por colegas dos mais diferentes partidos, o que demonstra a importância do tema junto a sociedade. A duplicação da RSC-287, no trecho Santa Maria – Tabaí, é uma necessidade urgente, pois está comprovado que sua capacidade de fluxo encontra-se esgotada. No entanto, esse debate precisa envolver, de forma democrática e transparente, o maior número possível de agentes políticos e sociais interessados na questão.  A modelagem da duplicação tem que levar em conta os interesses de todos, sem penalizar os usuários com cobranças de pedágio abusivas”, enfatizou ele.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *