EducaçãoUFSM

EDUCAÇÃO. Em missão na China, reitor Burmann atrás de oportunidades de cooperação para a UFSM

Comitiva brasileira, reitor Paulo Burmann incluído, em Wuhan, município que busca parcerias com o Rio Grande do Sul e com a UFSM

Da Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor, com foto de Divulgação

Novos contatos e articulações para consolidação de parcerias internacionais têm marcado a agenda de atividades do reitor da UFSM, Paulo Burmann, durante sua estada na China. O reitor integra uma comitiva com cerca de 30 brasileiros, que participam, desde o dia 12 deste mês, de uma missão de prospecção de oportunidades no país. A viagem foi articulada pela Câmara de Comércio Brasil-China e financiada pelo programa Capes PrInt.

Principais compromissos realizados pela comitiva

Dia 24 de maio (sexta-feira) – A delegação brasileira conheceu a cidade de Hai’an, na província de Jiangsu, onde visitou a Zona de Construção e Desenvolvimento da Província e as empresa Simon Electric e Eastern Furniture Industry Base. Os brasileiros também tiveram encontro com representantes da prefeitura de Hai’an e membros da área comercial. O coordenador da área de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Hai’an, Zhang Yinglai, deu as boas vindas à missão brasileira e apresentou as potencialidades de cooperação científica e tecnológica com as instituições brasileiras. A cidade faz parte de um hub tecnológico e a região de entorno foi agraciada com os títulos de “Parque Modelo de Relações de Industrialização Trabalho” e de “Excelência Logística”.

Dia 25 de maio (sábado) – A missão se deslocou para a cidade de Tongxiang, na província de Zhejiang, a cerca de 120 km de Xangai. O grupo de brasileiros foi recebido por representantes do Departamento Municipal de Comércio e da Companhia de Gestão de Operações Urbanas de Tongxiang, além de representantes de instituições científicas e empresários da região. O reitor Paulo Burmann fez contato com o vice-prefeito, Zhou Min, e com o presidente da Fundação de Investimento Industrial de Tongxiang, Liu Jian, que sugeriu a possibilidade da UFSM ter uma unidade em Tongxiang, pauta que será tratada futuramente pela gestão da Universidade.

Dia 27 de maio (segunda-feira) –  Pela manhã, a comitiva visitou diversas empresas da região da província de Zhejiang e distrito de Nanxun. Na parte da tarde, houve uma reunião com representantes da prefeitura da cidade de Huzhou. Durante o encontro, foram feitos contatos com o diretor da Divisão de Comércio Internacional, Zhang Yongsheng, e com vice-prefeito da cidade, Shi Genbao, que aventou a possibilidade de receber professores e estudantes da UFSM em Huzhou. Já na terça-feira (28), a missão viajou até a cidade de Wuhan, na província de Hubei que fica a mil quilômetros de Xangai. A tarde, ocorreu uma reunião com a representação das Relações Internacionais do município de Wuhan, que busca parcerias com o Brasil, mais especificamente com o Rio Grande do Sul e com a UFSM.

Perspectivas para a UFSM

De acordo com o reitor, a viagem tem como principal resultado a articulação de importantes contatos e parcerias, que posteriormente serão avaliadas pela gestão da UFSM e poderão vir a configurar convênios e acordos de cooperação com instituições chinesas. “Estamos levando todos os detalhes e possibilidades para discutir com a nossa equipe na Universidade e definir quais planos seguir”, comentou. Segundo o reitor, os chineses estão muito interessados nas áreas da saúde, meio ambiente, água e produção de alimentos.

Burmann viaja acompanhado pelo professor Érico Marlon de Moraes Flores, assessor de Gabinete do Reitor na Secretaria de Apoio Internacional (SAI) da UFSM. O reitor retorna para o Brasil nesta sexta-feira (31).

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo