LUNETA ELETRÔNICA. Árvores ao chão, encanto do Recanto, Observatório Social, Bianca Zasso no SMVC

LUNETA ELETRÔNICA. Árvores ao chão, encanto do Recanto, Observatório Social, Bianca Zasso no SMVC

LUNETA ELETRÔNICA. Árvores ao chão, encanto do Recanto, Observatório Social, Bianca Zasso no SMVC - luneta-árvores* Uma cidade que deveria preservar o meio ambiente começa mais uma semana sob o signo do assassinato às lindas árvores que colorem de verde o Bairro Rosário.

* Sim, dezenas delas foram simplesmente ceifadas (na montagem de fotos acima, de Reprodução do Facebook) e há a necessidade de uma explicação.

* A conta era colocada na mesa da Prefeitura. Que, no entanto, divulgou nota explicativa na tarde deste domingo, apontando outras responsabilidades.

* Via pasta do Meio Ambiente, o comando municipal esclareceu que “a supressão de árvores que houve em ruas do Bairro Nossa Senhora do Rosário, neste fim de semana, não foi autorizada pelo Executivo”.

* O mais terrível é saber que a eliminação (supresssão é nome “bonito” demais para o que ocorreu) teria sido autorizada por quem deveria zelar pelo ambiente.

* Sim, conforme a Prefeitura, “ao ir até o local para verificar a situação, a fiscalização oi informada por uma equipe da RGE, que a licença foi concedida pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam)”.

* Por fim, diz a Prefeitura, ao saber que quem acabou com as árvores foi a RGE, concessionária de energia, “que está analisando a situação e, se necessário, tomará as medidas que o caso requer.”

* Semana passada, a prefeitura de Restinga Sêca, como você já leu aqui mesmo, homenageou as 30 empresas que mais pagam impostos e, assim, colaboram com o desenvolvimento daquela comuna.

* O evento ocorreu terça, com jantar em homenagem às organizações que mais contribuíram com Imposto Sobre Serviços (ISS), e Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

* Detalhe observado pelo site é a importância crescente das empresas e instituições vinculadas ao Recanto Maestro, o que pode ser verificado especialmente no tributo por natureza municipal, o ISS.

* Das 15 maiores pagadoras, três são ligadas ao local. Inclusive a 1ª (Antonio Meneghetti Faculdade) e a 2ª (Agroturismo Recanto).  A outra, a 10ª, é o Hotel Businesse Center Beira Rio.

* Esta segunda, 16 de setembro, é o Dia Internacional da Preservação Camada de Ozônio. Nesta data, em 1987, foi assinado o Protocolo de Montreal, acordo global para a sua preservação.

* Pois desde o domingo, e até 20, a próxima sexta, a pesquisadora da UFSM, Damaris Kirsch Pinheiro, participa de workshop a respeito, na agência da ONU para o assunto, na Suiça.

* Doutora em Químia Atmosférica, DAmaris condus um dos quarto grupos de pesquisa sobre o tema no Brasil. Ela alerta, aliás, para os riscos da radiação ultravioleta.

* Os mais elevados níveis dela acontecem a partir de outubro e pelos seis meses seguintes, até março. Acrescenta que é o momento ideal para lembrar a população sobre os cuidados a se tomar.

* A atual gestão do Observatório Social de Santa Maria (OSSM), que completa nove meses de atuação,  participa nesta segunda da reunião almoço do Fórum das Entidades Empresariais.

* A presidente local da organização vai fazer, no encontro que acontece ao meio dia, no restaurant Rivers, uma prestação de conta das atividades desenvolvidas entre janeiro a agosto.

* A ideia é apresentar os objetivos e metas do OSSM, as áreas em que atuou, além de, entre outras observações, descrever as ações realizadas junto aos setores de licitação da Prefeitura e da Câmara.

* O Santa Maria Vídeo e Cinema, em sua 13ª edição, entre 29 de outubro e 3 de novembro, tem como tema central o protagonismo das mulhres no audiovisual.

LUNETA ELETRÔNICA. Árvores ao chão, encanto do Recanto, Observatório Social, Bianca Zasso no SMVC - luneta-bianca-zasso* Assim, tendo como slogan “Cinema para todas”, o SMVC vai homenagear duas mulheres. Uma delas é a diretora de arte da capital, Adriana Borba.

* A outra lembrada pela organização do evento é uma escolha muito cara a este site. Trata-se da nossa colunista Bianca Zasso (foto ao lado, de reprodução), jornalista e crítica de cinema.

* Bianca, que também apresenta o “Bia na Toca”, escreve no www.claudemirpereira.com.br desde 1º de março de 2012. De lá para cá são exatos 347 textos. O que resta dizer? Ora, parabéns. E ponto!



2 comentários

  1. O Brando

    Assassinato de árvores, kuakuakuakuakua! Árvores se plantam. De preferencia espécies corretas nos lugares corretos, quando isto não acontece gera o problema descrito. Cidade que se preocupa com o meio ambiente tem população que mantém a mesma limpa, sangas despoluídas e coleta seletiva. Alás, pichação é crime previsto na lei de crimes ambientais.
    Ultravioleta pode causar câncer de pele. Mas é o que interage com um tipo de colesterol da pele para síntese de vitamina D. Coisa que diminui com a idade. Como o pessoal não cozinha mais com banha de porco criado no fundo do pátio, deficiência é suprida com um comprimido.

  2. Kusko

    Tem que deixar árvores crescerem, enroscarem na rede elétrica, quando der curto circuito, banho fixar frio, perder a novela ou o aparelho médico deixar de funcionar, lembra das árvores e te acalma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *