CIDADE. Chuva causa alagamentos, destelha escolas e prejudica trânsito de Santa Maria nesta quarta-feira

CIDADE. Chuva causa alagamentos, destelha escolas e prejudica trânsito de Santa Maria nesta quarta-feira

CIDADE. Chuva causa alagamentos, destelha escolas e prejudica trânsito de Santa Maria nesta quarta-feira - chuva-aPor JOÃO PEDRO LAMAS (texto) e JOÃO VILNEI (fotos), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

A chuva que atinge Santa Maria desde a madrugada desta quarta-feira (16) causou transtornos no trânsito, provocou alagamentos e destelhou imóveis.

De acordo com a Defesa Civil, das 5h às 7h, choveu 80mm. Isso fez com que moradores dos bairros Presidente João Goulart, Renascença e Medianeira buscassem o apoio municipal para amenizar os transtornos causados por alagamentos.

CIDADE. Chuva causa alagamentos, destelha escolas e prejudica trânsito de Santa Maria nesta quarta-feira - chuva-bAlagamentos, destelhamentos e buracos

O superintendente de Defesa Civil, Adão Lemos, relata que, até por volta das 8h30min desta quarta, os casos mais graves tinham sido registrados na Rua Luiz Castagna e na região da Estação dos Ventos, no Bairro Presidente João Goulart. Equipes da Defesa Civil, Guarda Municipal e Mobilidade Urbana estão mobilizadas para prestar apoio aos santa-marienses. Conforme os fiscais do Município, o leito do Rio Vacacaí não se encontra acima do nível normal.

Três escolas sofreram danos por conta da chuva. A Nossa Senhora da Providência, no Bairro Passo D’areia, amanheceu alagada, bem como a Escola Vila Vitória, no Bairro Nossa Senhora de Fátima. Já a Escola Montanha Russa, no Bairro Campestre Menino Deus, foi parcialmente destelhada.

Ainda, um muro, na Rua Vale Machado, entre as ruas Serafim Valandro e Duque de Caxias, cedeu.

CIDADE. Chuva causa alagamentos, destelha escolas e prejudica trânsito de Santa Maria nesta quarta-feira - chuva-cNo trânsito

A Secretaria de Mobilidade Urbana, por meio da Coordenadoria Municipal de Trânsito Urbano (CMTU), pede atenção aos motoristas que transitarem pela Avenida Fernando Ferrari, no Bairro Nossa Senhora de Lourdes, pela Rua Tuiuti, entre as ruas Professor Braga e Floriano Peixoto, e entre as ruas do Acampamento e Riachuelo, no Centro, bem como pela Appel, no Bairro Nossa Senhora de Fátima. O asfalto cedeu e carros caíram em buracos. O resgate precisou ser feito por guinchos. A responsabilidade pelo conserto é da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan).

Além disso, há pontos de alagamento sobre a via pública exigindo dupla precaução por parte dos motoristas. Na Hélvio Basso, no Bairro Uglione, é onde existe a situação mais crítica.

Um caso de semáforo danificado foi registrado na manhã desta quarta: na Avenida Ângelo Bolson, esquina com a Avenida Presidente Vargas. Ele está completamente apagado.

Na Rua Heitor Campos, no Bairro Nossa Senhora Medianeira, uma árvore caiu sobre a pista de rolamento. Situação semelhante foi registrada na Rua Silva Jardim quase esquina com a Rua Serafim Valandro, no Centro.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *