TRABALHO. Bancários ganham o apoio de vereadores de SM contra PEC que facilita privatização do Banrisul

TRABALHO. Bancários ganham o apoio de vereadores de SM contra PEC que facilita privatização do Banrisul

TRABALHO. Bancários ganham o apoio de vereadores de SM contra PEC que facilita privatização do Banrisul - maiquel-bancários

Bancários ocupam as galerias da Câmara de Vereadores, durante manifestação de líder sindical e dos parlamentares de Santa Maria

Por MAIQUEL ROSAURO (texto e foto), da Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Bancários

Diretores do Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região estiveram na Câmara de Vereadores de Santa Maria, nesta terça-feira (26), reivindicando o apoio dos parlamentares contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 280/2019. Foi apresentada uma Carta de Apoio que reivindica a extinção da proposta na Assembleia Legislativa.

A PEC, apresentada pelo deputado estadual Sérgio Turra (PP) e mais 24 parlamentares, revoga os incisos 2º e 5º do artigo 22 da Constituição do Estado do Rio Grande do Sul, retirando do texto constitucional a exigência de plebiscito para a eventual venda de empresas públicas.

Ou seja, caso seja aprovada na Assembleia Legislativa, a PEC 280/2019 permitirá ao governo Eduardo Leite (PSDB) vender o Banrisul, a Procergs e a Corsan sem antes consultar o povo gaúcho.

O diretor do Sindicato dos Bancários, Claudenir Freitas, utilizou a Tribuna Livre do Parlamento para expor a situação. Ele lembrou que o Banrisul é uma empresa lucrativa e que está presente em todos os 25 municípios da base de atuação do Sindicato. Caso seja vendido, a tendência é que agências de pequenas cidades sejam fechadas.

“O que vai acontecer com as pessoas que moram em Pinhal Grande, Ivorá e Nova Esperança do Sul? Eles vão onde sem o Banco do Estado? E um banco que dá lucro e que é usado hoje para emprestar dinheiro ao servidor porque o governo não paga o seu salário”, alertou Freitas.

Logo depois, os vereadores conversaram com os dirigentes sindicais Claudenir Freitas, Tadeu Menezes e Margarete Thomasi. A maioria dos parlamentares assinou a Carta de Apoio pela extinção da PEC.

Na tribuna, os vereadores Valdir Oliveira (PT), Jorge Trindade – Jorjão (Rede), Alexandre Vargas (Republicanos) e Manoel Badke – Maneco (DEM) demonstraram apoio à luta dos bancários e de outras categorias que reivindicam a extinção da proposta.

CCJ

A PEC encontra-se na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa. O deputado estadual Elizandro Sabino (PTB), relator da proposta, deverá apresentar o seu parecer no dia 3 de dezembro.

Enquanto isso, sindicatos dos bancários de todo o Estado vêm se mobilizando para aprovar moções contra a PEC nas Câmaras de Vereadores. Na região de Santa Maria, por exemplo, já foram 12 moções aprovadas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *