EducaçãoPolíticaTrabalho

TRABALHO. “Passeata Luminosa” nas ruas da cidade demonstra força dos professores estaduais em greve

Passeata Luminosa dos docentes em greve percorrendo a Rua Venâncio Aires. Tudo começou no Instituto de Educação Olavo Bilac

Por MAIQUEL ROSAURO (texto e fotos), da Assessoria de Imprensa do CPERS-Sindicato

Os educadores estaduais realizaram uma grande mobilização, na noite desta quinta-feira (28), em Santa Maria. A Passeata Luminosa reuniu professores, agentes educacionais, pais e alunos de diversas escolas da cidade e interior. A adesão foi tão grande que surpreendeu a direção do 2º Núcleo do CPERS/Sindicato.

“Tivemos a representação de praticamente todas as escolas. A passeata superou nossas expectativas”, relata o diretor do 2º Núcleo, Rafael Torres.

O ato teve início no Instituto de Educação Olavo Bilac e percorreu as principais ruas do Centro de Santa Maria. Os manifestantes portavam faixas e cartazes a favor da educação e contra o pacote do governo Eduardo Leite (PSDB), que retira direitos dos servidores públicos. A passeata foi encerrada no Colégio Manoel Ribas, onde foi dado um abraço simbólico à instituição.

Nos próximos dias, a direção do 2º Núcleo seguirá visitando escolas e conversando com os educadores que ainda não aderiram ao movimento paredista. Desde que a mobilização teve início, em 18 de novembro, nenhuma instituição que entrou em greve voltou às atividades.

“O movimento cresce, não há notícias de recuo. Para acabar com greve, o governo terá que retirar o pacote da Assembleia Legislativa”, afirma Torres.

O próximo grande ato da greve dos educadores ocorrerá na terça-feira (3), quando será realizada uma mobilização estadual em Pelotas, terra de Eduardo Leite.

Educadores utilizaram velas e celulares para iluminar o caminho que os levou até o Manoel Ribas, escola simbolicamente abraçada

Para conferir outras imagens, CLIQUE AQUI

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Eduardo Leite veio a Bagé pedir votos, prometeu mundos e fundos,nos fez de idiotas .que ia nos pagar em dia. TRAIRA!!FORA LEITE!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo