CIDADE. Supermercado, bares, farmácia e igreja na mira dos guardas municipais, por conta da quarentena

CIDADE. Em quatro horas, prefeitura atendeu 26 denúncias de aglomerações irregulares de pessoas

CIDADE. Em quatro horas, prefeitura atendeu 26 denúncias de aglomerações irregulares de pessoas - prefeitura-fiscalização-840Por JOÃO PEDRO LAMAS (com imagem de Reprodução), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

A Prefeitura de Santa Maria atendeu a 23 denúncias de aglomerações de pessoas durante a noite de quarta-feira (25). Cinco estabelecimentos foram notificados por ser reincidentes, ou seja, já haviam sido orientados quanto à necessidade de respeitar as regras previstas em decreto executivo para evitar a disseminação do coronavírus. Evitar a aglomeração de pessoas é apontada pelo Poder Público como uma das principais formas de prevenção ao vírus.

As ações ocorreram entre 19h e 0h. Os estabelecimentos onde a força-tarefa fiscalizadora foi, da qual fazem parte Guarda Municipal, Superintendência de Fiscalização, da Secretaria de Estruturação e Regulação Urbana, e Vigilância em Saúde, da Secretaria de Saúde, são canchas de bocha, lancherias, estacionamentos, postos de combustíveis, distribuidoras de bebidas, igrejas e bares. Houve casos, ainda, de aglomeração de pessoas em espaços públicos, como praças. Os locais notificados são uma lanchonete, um bar, uma cancha de bocha e um armazém.

O Executivo Municipal enfatiza que a abordagem inicial é no sentido de orientação. Caso a desobediência ao decreto se repita, há a medida punitiva, como a notificação.

O Decreto Executivo nº 60 reforçou as restrições para o funcionamento de estabelecimentos de qualquer natureza. Além disso, mais de 20 viaturas de órgãos de segurança estão nas ruas para orientar e conscientizar a população quanto à necessidade de permanecer em casa e só sair para o estritamente necessário. Esses veículos estão equipados com aparelhos de som.

Denúncias podem ser feitas à Guarda Municipal pelos números 153 e (55) 99217-8122 (somente WhatsApp).

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

OBSERVAÇÃO DO EDITOR: A prefeitura não divulgou os nomes e endereços dos que infringiram as regras do isolamento social.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *