LÁ DO FUNDO. O mês aquele, destino do Jorjão, PP, enrosco PT/PSB, chegada do Padre, PC do B, Jader...

LÁ DO FUNDO. O mês aquele, destino do Jorjão, PP, enrosco PT/PSB, chegada do Padre, PC do B, Jader…

LÁ DO FUNDO. O mês aquele, destino do Jorjão, PP, enrosco PT/PSB, chegada do Padre, PC do B, Jader... - lá-do-fundo-jorjão

Jorge Trindade, o Jorjão, que trocará de partido, esteve na tarde passada na arquibancada do Presidente Vargas, prestigiando o Inter-SM

Por CLAUDEMIR PEREIRA (com fotos de Reprodução), Editor do Site

– A partir de quinta-feira, até 4 de abril, começa o mês aqueeeele. O da traição. O da infidelidade. Ou, em alguns casos, da libertação (como disse alguém ao escriba).

– Enfim, é aquele hiato no qual quem tem cargo de vereador pode trocar de agremiação sem risco de perder o mandato. Há locais em que o período é uma verdadeira festa.

* E em Santa Maria? Aqui há mais brisa que ventania. De especulações em torno de até seis “traições”, haverá no máximo três – salvo as surpresas que a política pode proporcionar.

* Leopoldo Ochulaki, o Alemão do Gás, deve sair do PSB. Mas, como ele não concorre, mais importante é saber para onde irá (com ele) a assessora Adriana Vargas – que é candidata à vereança.

* João Ricardo Vargas, do PSDB, sim, deve sair da sigla, como já declarou ao site. Seu destino é o PL, de Miguel Passini e Luiz Carlos Fort. Só não se sabe se concorre a prefeito, vice ou vereador.

– Dúvida, há, meeesmo, em relação a Jorge Trindade, o Jorjão. O ex-petista não ficará no Rede (que tende a se desmilinguir na cidade), por falta de condições objetivas de alcançar o quociente eleitoral.

– E para onde irá? A aposta mais recente aponta para uma adesão ao PDT de Marcelo Bisogno, embora tenha sido lembrado por outras agremiações, como o Republicanos e até o Solidariedade e o Cidadania.

– Importante líder disse ao supra-assinado que não desejaria Jorjão no partido justamente por sua maior virtude: faz muuuitos votos e derrubaria candidatos alicerçados ideologicamente na sigla.

– Jorge Trindade, enfatizou o politico, é candidato “dele mesmo”, tem seu eleitorado e pode estar, em tese, em qualquer partido, da direita à esquerda.

– Bueno, noves fora essa opinião (que, alias, é apenas isso mesmo, opinião), o pedetismo parece ser o caminho escolhido por Jorjão (foto acima) e aceito alegremente pelos que nele já estão.

– A conversa de dirigentes graúdos do PT com integrantes da comissão eleitoral do PSB, no meio da semana, provocou grande forrobodó no petismo local.

– Mesmo que líderes digam tartar-se de uma discussão com siglas nacionais aliadas, a pendenga local entre os partidos foi o gatilho para o bafafá.

– Acrescentando-se o ingrediente de uma dobradinha (impossível – ousa afirmar o escriba) Luciano Guerra/Fabiano Pereira e o caldo da mixórdia se estabeleceu.

– Duvida? Frequente as redes sociais e confira manifestações de militantes (de alto, médio e baixo escalões) dos dois lados e entenderá o tamanho do bochincho.

– De todo modo, para além das discussões, o fato é que tanto PT quanto PSB se agilizam, cada qual para seu lado, como se viu ao longo do final de semana.

– O petismo, por exemplo, deu sequência, no final de semana, aos seus encontros internos e de rua, para alavancar a por enquanto pré-candidatura do vereador Luciano Guerra.

– Com direito, até, a companhias “de luxo”, como os deputados Valdeci Oliveira e Paulo Pimenta, além do apoio de Marion Mortari, do PSD, que cada vez mais se firma como possível vice.

– Todos confraternizando com as bancadas de edis e os presidentes do PT, Sidinei Pereira, e PSD, Hilton Júnior e ocordenador regional do PT, Paulo Conceição.

– Já o PSB santa-mariense subiu inteiro a BR 158 na noite de sexta. Foi prestigiar a filiação ao partido do padre Silvio Weber – virtual (ainda que ele não conrfirme) candidato a prefeito em Itaara.

– Afora a presença de Fabiano Pereira (e outros dirigentes, citados pelo repórter Maiquel Rosauro, agora há pouco, nos BASTIDORES), chamou a atenção participação, no evento, do ex-prefeito José Farret.

– Que se diga: depois que saiu o presidente Mauro Bakof, licenciado até o final do processo eleitoral, se o PP está se reunindo é Escondido, quase clandestinamente.

– E a promessa de Marco Jacobsen, o vice que tornou-se presidente interino, de tornar o Progressistas um partido digital, bem, não é vísível. Como exemplo, vale conferir a ‘fampage’ do PP no Facebook.

– As últimas publicações são reprodução de um material sobre Sérgio Cechin, no Diário, em 14 de fevereiro e um rapapé ao deputado Ernani Polo, president da Assembleia, em 4 de fevereiro.

– Ah, e a foto principal no que poderia ser a evidência visível da presença do PP nas redes sociais, é de um encontro acontecido em 29 de julho do ano passado. Então, a promessa de Jacobsen cai no vazio.

LÁ DO FUNDO. O mês aquele, destino do Jorjão, PP, enrosco PT/PSB, chegada do Padre, PC do B, Jader... - lá-do-fundo-pc-do-b– Outro partido começa a ocupar, ainda timidamente (foto acima, de Divulgação), o espaço democrático da “boca do calçadão”, junto ao Banrisul. Neste sábado, ali esteve representação do PC do B.

– Os comunistas do B, na expressão do material enviado à mídia, esteve “dialogando com a população, com outras lideranças progressistas e apresentando o Movimento 65!”

– O ‘Movimento 65’, diz o texto produzido pela assessoria, é “uma ferramenta de luta por uma cidade humanizada, acolhedora e desenvolvida!”

– E acrescenta: “queremos uma Santa Maria do povo e para o povo, queremos inserir as lideranças populares, progressistas e democráticas na política para alcançar esse objetivo.”

– Para fechar: o fato da semana, ao que tudo indica, será o lançamento da pré-candidatura de Jader Maretoli pelo Republicanos, na próxima sexta-feira.

– Isso, claro, se a dinâmica política santa-mariense não apresentar outras novidades ao longo dos próximos dias.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *