CÂMARA. Em prestação de contas, Pozzobom fala sobre volta às aulas, emendas, Covid-19, processo...

CÂMARA. Em prestação de contas, Pozzobom fala sobre volta às aulas, emendas, Covid-19, processo…

CÂMARA. Em prestação de contas, Pozzobom fala sobre volta às aulas, emendas, Covid-19, processo... - 85019294-maiquel-pozzobom-na-câmara

Prefeito disse que Município tem pronto um Plano de Emergência Educacional. Primeira etapa será a formação continuada dos professores

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Allysson Marafiga/AICV), da Equipe do Site

O prefeito de Santa Maria Jorge Pozzobom (PSDB) realizou na manhã desta quinta-feira (4) o mais longo discurso já feito de prestação de contas sobre sua gestão. Durante quase uma hora e meia, na abertura do Ano Legislativo, ele tratou das principais ações realizadas pela Prefeitura em 2019 e detalhou a forma como o Município tem enfrentado a pandemia de Covid-19. A manifestação ocorreu em sessão extraordinária especial na Câmara, que tinha como único intuito ouvir o chefe do Executivo.

Pozzobom abriu seu discurso com um tema incômodo: a Comissão Processante formada na terça-feira (2) que visa investigar denúncia de um servidor aposentado sobre possíveis irregularidades na Guarda Municipal (AQUI). O prefeito colocou-se à disposição do colegiado, formado por Daniel Diniz (PT), Ovidio Mayer (PTB) e Francisco Harrisson (MDB).

“Todo e qualquer questionamento, documento que precisar, pode ter certeza que estaremos integralmente à disposição dos senhores”, disse o prefeito.

Em seguida, ele passou a listar uma série de realizações alcançadas pela Prefeitura no último ano, como, por exemplo, o Poupa Tempo, central telefônica do Samu em Santa Maria, entrega de ambulâncias, melhora nos índices de educação e a reabertura do Bombril.

Ao tratar do Restaurante Popular, lembrou das cobranças do vereador Valdir Oliveira (PT) e fez um agradecimento especial ao líder do governo na Casa, João Chaves (PSDB), que atuou como secretário de Desenvolvimento Social e possui importante no processo de reabertura do restaurante.

Problemas crônicos

Pozzobom enumerou o conserto de diversos problemas crônicos da cidade, como os frequentes alagamentos na Rua Maranhão e a precariedade da Rua Riachuelo (que, em breve, será pavimentada). Também citou a cratera que havia na Avenida Borges de Medeiros, consertada pela Prefeitura.

O prefeito agradeceu aos vereadores por aprovarem a permuta do antigo terreno da União Santa-mariense dos Estudantes (USE), na Rua do Acampamento, com a Fecomércio, situação que se arrastava há anos. Também destacou que, até 20 de junho, devem ser concluídas as obras das capelas mortuárias, junto ao Cemitério Ecumênico Municipal (as atuais capelas, na Rua Marechal Floriano Peixoto, junto ao Hospital de Caridade, serão desativadas). Além disso, disse que será entregue um novo plano para obras no Calçadão.

Emendas

O prefeito ainda agradeceu os vereadores por terem entrado em contato com os seus deputados federais e solicitado emendas para a cidade. Ele citou diversos parlamentares que empenharam recursos para o município, como Paulo Pimenta (PT), Cajar Nardes (PODE), Onyx Lorenzoni (DEM), Heitor Schuch (PSB), Luis Carlos Heinz (PP), Pedro Westphalen (PP), João Derly (Republicanos), Bibo Nunes (PSL), Lucas Redecker (PSDB), Daniel Trzeciak (PSDB), Liziane Bayer (PSB), Jerônimo Goergen (PP), Afonso Hamm (PP) e Pompeo de Mattos (PDT).

O prefeito destacou as emendas para ruas e listou dezenas de vias que receberam melhorias ou que hoje encontram-se em obras.

Em dia

Pozzobom disse que jamais atrasou ou parcelou salários e paga os fornecedores em dia, além de destacar a contratação de novos professores.

Cobrança

O prefeito afirmou que vai a cobrar a Casa de Saúde e a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) pela grande quantidade de carros estacionados no local, o que dificulta a passagem das ambulâncias.

Infraestrutura

Ao falar das obras nas vias, citou o caso da Travessa Adão Comassetto, no Bairro Cerrito, que serve de acesso aos condomínios Terra Nova, Moradas Santa Maria e Moradas Clube. A via possuía asfalto de péssima qualidade e vivia esburacada, sendo recuperada pela Prefeitura.

O prefeito disse que não haverá mais condomínios na cidade sem antes ser feita uma pavimentação de acesso adequada.

Covid-19

A pandemia foi o último assunto tratado. Ele anunciou que a Prefeitura está desenvolvendo um projeto de assistência psicológica para os familiares das vítimas de covid-19.

Ressaltou que será realizado drive-thru para avaliar a situação dos casos suspeitos e que os casos assintomáticos serão retirados do Boletim Epidemiológico divulgado diariamente pelo Executivo (o dado estaria desatualizado por conter casos registrados no início da pandemia).

Segundo Pozzobom, a atuação da Prefeitura contra o novo coronavírus foi dividida em três etapas. A primeira foi a contenção, o que incluiu a suspensão das aulas para mais de 20 mil alunos da rede pública municipal, sanitização de locais com grande concentração de pessoas, retirada de bancos em locais públicos, serviço de teleatendimento da Lauduz e aos mais de 30 decretos publicados (todos baseados em orientações de médicos).

A segunda fase, considerada pelo prefeito como a mais importante, foi a abertura de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) para tratar pacientes de covid-19 no Hospital Universitário (HUSM) e no Hospital Regional. Já a terceira, apontada como a mais difícil, será a retomada do crescimento econômico (apenas em abril, a queda de arrecadação foi de R$ 10 milhões).

Educação

O prefeito afirmou que o município foi o primeiro no Estado a suspender as aulas, em 18 de março. O retorno das atividades, segundo ele, é um assunto complexo e que será preciso convencer os pais de que as escolas são locais seguros.

“Não tem data definida, em hipótese alguma (para retomada das aulas)”, salientou.

O tucano disse que o município possui um Plano de Emergência Educacional pronto, cuja primeira etapa será a formação continuada dos professores.

Cultura

Pozzobom ressaltou que todos os artistas que participaram das lives no aniversário da cidade foram remunerados. Ele destacou que o setor cultural é o último que irá se recuperar no pós-pandemia.

Sem multa

O prefeito disse que não enviará para a Câmara projeto que multe quem não usar máscara na rua, mas orientou os vereadores a chamarem a atenção das pessoas a fim de educá-las.



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *