FLASH. Por 19 votos a dois, vereadores arquivam processo que tinha como alvo o prefeito Pozzobom

FLASH. Por 19 votos a dois, vereadores arquivam processo que tinha como alvo o prefeito Pozzobom

FLASH. Por 19 votos a dois, vereadores arquivam processo que tinha como alvo o prefeito Pozzobom - af34c876-câmara

Prefeito municipal, Jorge Pozzobom, com seu advogado Daniel Tonetto, acompanhou a sessão que afastou a denúncia, com folga de votos

Por CLARISSA LOVATTO (texto) e ALLYSSON MARAFIGA (foto), da Assessoria de Imprensa da Câmara

Em votação única, por dezenove votos a dois, os vereadores decidiram pelo arquivamento do processo instalado para apurar denúncia de infração político-administrativa em face do prefeito Jorge Pozzobom. Votaram pelo arquivamento os vereadores Alexandre Vargas, Celita da Silva, Daniel Diniz, Deili Silva, João Chaves, João Ricardo Vargas, Jorge Trindade, Juliano Soares, Leopoldo Ochulaki, Lorena dos Santos, Luci Duartes, Luciano Guerra, Manoel Badke, Cida Brizola, Marion Mortari, Marta Zanella, Ovidio Mayer, Valdir Oliveira e Vanderlei Araujo. Pelo prosseguimento do feito votaram os vereadores Adelar Vargas e Francisco Harrisson.
O vereador Admar Pozzobom se manifestou impedido de votar em decorrência da relação de parentesco com o prefeito e, atendendo à solicitação do referido vereador, a primeira suplente, vereadora Lorena dos Santos foi convocada exclusivamente para a votação.
O prefeito Jorge Pozzobom, acompanhado do advogado Daniel Tonetto, acompanhou a votação…”

PARA SABER DO RESTANTE DA SESSÃO ORDINÁRIA DE HOJE, CLIQUE AQUI.



1 comentário

  1. O Brando

    Kuakuakuakua! Como diria o Analista de Bagé: “pra besteira e financiamento do Banco do Brasil, sempre se arranja um jeito.”
    Este é o Casarão da Vale Machado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *