COVID. Bandeira vermelha toma conta do RS. E 80% dos gaúchos vivem em areas de alto risco de infecção

COVID. Bandeira vermelha toma conta do RS. E 80% dos gaúchos vivem em areas de alto risco de infecção

COVID. Bandeira vermelha toma conta do RS. E 80% dos gaúchos vivem em areas de alto risco de infecção - 65be36d7-correio-do-povo-bandeirasDa redação do Correio do Povo, com imagem de Reprodução/Governo do Estado

Na pior semana até aqui do modelo de Distanciamento Controlado do Governo do Estado, 15 das 20 macrorregiões do Rio Grande do Sul foram classificadas como bandeira vemelha – de alto risco de contaminação com o coronavírus. As outras cinco foram apontadas como bandeira laranja.

De acordo com o mapa prévio apresentado pelo Piratini na tarde desta sexta, nenhuma área apresentou melhora nos indicadores levados em conta na classificação. Caso esta atualização seja confirmada, 84% da população gaúcha estará em zonas de alto perigo de infecção de Covid-19

Além de Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo, Capão da Canoa, Palmeiras das Missões e Pelotas, que já estavam em bandeira vermelha, passam a integrar a área de alto risco as regiões de Taquara, Santo Ângelo, Cruz Alta, Santa Rosa, Erechim, Passo Fundo, Caxias do Sul, Cachoeira do Sul e Santa Cruz do Sul. Já Santa Maria, Ijuí, Uruguaiana, Bagé e Lajeado permaneceram na bandeira laranja.

Na última atualização do modelo, eram seis bandeiras vermelhas e 14 laranjas. As bandeiras definitivas serão divulgadas na segunda-feira, após tempo para análise dos recursos de regiões e municípios.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *