CulturaSanta Maria

EVENTO. “Treze: o Palco da Cultura” é mais uma proposta a buscar caminho online para ser mantido

Por ANA LUCIA SILVA, da Assessoria de Divulgação do Theatro Treze de Maio, com foto de Divulgação

Cia de Palhaços Clowncando é uma das atrações confirmadas do “Palco Treze”

Impactados pela pandemia do coronavírus, alguns dos principais eventos que movimentam a cena cultural da cidade mudaram formatos e datas para seguirem no calendário. O projeto Treze: O Palco da Cultura, por exemplo, foi redesenhado para o formato online.

A divulgação dos 16 selecionados estava prevista para março e as apresentações de abril a dezembro. Segundo a diretora do Theatro Treze de Maio, Ruth Péreyron, os planos foram adiados, não cancelados.

– Estamos vivendo um ano excepcional. Era necessário aguardar os acontecimentos para avaliar a situação e buscar modos de retomar a agenda do projeto – ressalta.

Vale lembrar que a cultura foi um dos primeiros setores a parar em meio à pandemia. Shows, concertos, peças teatrais, espetáculos de dança, sessões de cinema e exposições de arte foram suspensos logo na chegada do vírus ao país, sem que houvesse um plano para suprir o trabalho e renda de milhares de profissionais da área.

Para tirar a décima quarta edição do papel foi preciso estabelecer um diálogo com os selecionados, artistas e produtores. Foram necessários três encontros, com os devidos cuidados, para se organizar a agenda de apresentações e estabelecer mudanças no edital do projeto. O formato digital não é exatamente uma inovação, mas uma tendência nestes tempos.

As principais mudanças desta edição: a realização de 16 apresentações transmitidas ao vivo pela plataforma viva o palco; adequação das propostas selecionadas com redução no número de artistas, equipe técnica e de apoio, para se evitar aglomeração no palco e bastidores; padronização no valor dos ingressos, com opções de R$ 15, R$ 30 e R$ 50; venda de ingressos, antecipada e no dia, pela plataforma vivaopalco.com.br.

Outros pontos seguem conforme edital aprovado no ano passado. O mais importante diz respeito ao pagamento de cachê ao proponente, produtor ou responsável pelo espetáculo, recurso previsto no projeto financiado pela LIC de Santa Maria.

ESPETÁCULOS SELECIONADOS 

Segmento Dança 

Avaliadoras: Daniela Nascimento e Livia Thomas

De Onde os Pés Habitam – Crystian Castro Cia de Dança

III Mostra Contemporânea de Dança – Acasos Cia de Dança

Selvática – Grupo de Mulheres “Amor, Movimento e Dança”

Segmento Música 

Avaliadoras: Deborah Rosa e Vera Vianna

Trio Abaporu – Trio Abaporu

Especial Tim Maia – Banda Daseroma

Ao Vivo no Treze: Matinê Meia Noite – Vinicius Oliveira

Harpa Índia: Uma Narrativa sobre a América Latina – Cesar Sosa

Gabriel Opitz e Amigos: Do Instrumento à Canção – Gabriel Opitz

A Fubica da Vovó: O Show – Tuny Brum

Cores em Sol, Traços em Si – Marcelo Demichelli

Segmento Teatro 

Avaliadores: Camila Borges e Geison Sommer

Medusa – Jordana Morais de Moraes

Tenda de Histórias – Cia Teatro de Bolso

Às Seis Horas da Tarde – Cia Retalhos de Teatro

Edmundo está em Casa – Casa de Memória Edmundo Cardoso

Palhaverso – Cia de Palhaços Clowncando

Segmento Outros (Circo) 

Avaliadores: Deivide Millani e Rafael Jacinto

Circular – Umbigo de Bruxa

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo