CULTURA. Leite sanciona e vira lei projeto de Valdeci, que torna o ‘SM Vídeo e Cinema’ evento oficial do RS

CULTURA. Leite sanciona e vira lei projeto de Valdeci, que torna o ‘SM Vídeo e Cinema’ evento oficial do RS

CULTURA. Leite sanciona e vira lei projeto de Valdeci, que torna o ‘SM Vídeo e Cinema’ evento oficial do RS - 23b3a254-valdeci-festivalDa Assessoria de Imprensa do Deputado Valdeci Oliveira, com imagem de Reprodução

Em solenidade virtual (imagem acima0 realizada a partir do Palácio Piratini no início da tarde desta terça-feira (22), foi sancionado pelo governador Eduardo Leite o projeto de lei de autoria do deputado Valdeci Oliveira que inclui no calendário oficial de eventos do estado o Festival Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC).

Ao agradecer o chefe do executivo estadual pela sanção da matéria, que havia sido aprovada em plenário da Assembleia Legislativa no final de agosto, Valdeci fez questão de destacar que se tratava de uma proposta simples, mas carregada de simbolismo, uma vez que o Festival teve seu início e apoio quando o parlamentar ocupava a cadeira de prefeito de Santa Maria.

“Em nome do Luiz Alberto Cassol, do Luciano Ribas, do Orlando Fonseca, do Carlos Alberto Badke, da Juliane Fossatti, do finado e saudoso amigo Clayton Coelho e da Alexandra Zanella, eu homenageio todos e todas que lutam e trabalham pelo Festival e pela cultura”, destacou o parlamentar.

Valdeci ainda fez referência ao caráter democrático e descentralizador da cultura em Santa Maria advindos com o Festival, uma vez que os filmes inscritos no SMVC são exibidos gratuitamente em praça pública e em escolas. “Se trata de uma atividade que contribui com toda a região, seja na produção de cinema e audiovisual como também na geração de trabalho e renda, além de trazer consigo conteúdos que fortalecem a educação e a cidadania”, frisou Valdeci.

“Estar no calendário oficial é também um reconhecimento por um trabalho árduo e incansável de seus realizadores, que mesmo diante das enormes dificuldades nunca esmoreceram em seu objetivo”, completou o deputado.

Além de reconhecer a importância do Festival para o estado, sua inclusão no Calendário oficial (lei 1936/2020) de Eventos do Rio Grande do Sul fará com que o setor da cultura receba uma importante chancela na busca de apoiadores para as produções e para a própria realização do SMCV.

A lei será publicada ainda hoje em edição extra no Diário Oficial do Estado.



2 comentários

    • Rose

      Senhor Rafael, convenhamos que isso nada vai mudar o nada e ser reconhecido não vai trazer o dinheiro que o Cassol precisa para alavancar este festival e transforma-lo num grande festival assim como é o de cinema de Gramado…só politica tudo isso, o Valdeci quando teve a oportunidade de impulsiona lo …..NÃO O FEZ…..esta é a verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *