EducaçãoTrabalho

INTERNET. “Live” promovida pela Sedufsm discute hoje a regulação do ‘teletrabalho’ no serviço público

Por BRUNA HOMRICH (com imagem de Bruno Silva), da Assessoria de Imprensa da Sedufsm (*)

“Organização do mundo do trabalho e a Instrução Normativa nº 65”. Esse é o tema da live a ser promovida pela Sedufsm nesta quinta-feira, 3 de setembro, às 19h. Como é de praxe nos eventos virtuais, a transmissão será feita pela página do facebook e pelo canal do sindicato no youtube. O evento também será transmitido em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Desta vez, os convidados serão o professor do Departamento de Sociologia do Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Brasília (UnB), Ricardo Festi, e o assessor jurídico da Sedufsm, Heverton Padilha. A ideia é que ambos proporcionem um diálogo que promova aproximações entre a Instrução Normativa (IN) 65, apresentada pelo governo federal como forma de regulamentar o teletrabalho no serviço público, e as novas formas de exploração de trabalhadores e trabalhadoras a partir das tecnologias de comunicação e informação.

Festi é membro do Grupo de Pesquisa Mundo do Trabalho e suas Metamorfoses, coordenado pelo professor Ricardo Antunes, e vem se dedicando a estudar a relação entre plataformas digitais e mundo do trabalho, tendo escrito artigo para o livro “Riqueza e Miséria do Trabalho no Brasil IV: trabalho digital, autogestão e expropriação da vida”.

Já Padilha explicará as armadilhas contidas na IN 65, que, sob um verniz democrático, visa a amplificar a prática do teletrabalho no serviço público, aumentar e quantificar o alcance de metas por servidores, subtrair benefícios e onerar o servidor por todos os gastos infraestruturais necessários ao teletrabalho…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

(*) Observação do Editor: a matéria, distribuída originalmente na semana passada, foi cronologicamente adequada.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo