Santa Maria

SOLUÇÕES. Como aumentar a cobertura vacinal em Santa Maria? Candidatos a prefeito respondem

Jorge Pozzobom, Luciano Guerra e Sergio Cechin não titubearam na resposta

Por Maiquel Rosauro

De acordo com dados de 2019 do Programa Nacional de Imunização, 56% da população de Santa Maria está imunizada de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação. O percentual é inferior à média cobertura vacinal de todo o Brasil (57,32%) e a média do Rio Grande do Sul (66,71%).

Como mudar esta realidade?

A pergunta foi feita encaminhada aos seis candidatos a prefeito de Santa Maria. Três não hesitaram em responder.

Confira as respostas em ordem alfabética:

Jorge Pozzobom (PSDB): Destaco que a média de cobertura vacinal em Santa Maria, em 2019, foi de 86,42% conforme o DATASUS. Quando assumimos o governo, em janeiro de 2017, essa cobertura era de 55,33% (referente a 2016). Então, buscamos qualificar e promover a melhoria do acesso da população às salas de vacina com investimento maciço em qualificação dos profissionais de enfermagem e ampliação de horários de abertura e número de salas de vacina, além de modernizar a Central de Rede de Frio e adquirir câmaras de conservação de imunobiológicos para 22 das 25 salas de vacina e para a Central (26 câmaras no total). Certamente, ainda precisamos avançar para que 100% das salas estejam abertas no horário de funcionamento das unidades, o que faremos gradativamente, além de reforçar a importância da imunização junto à população.

Luciano Guerra (PT): Nós vamos enfrentar esse problema de imediato, visto que a viabilização da vacina contra a Covid-19 a toda população será a tarefa número 1 da gestão. É preocupante que Santa Maria, cidade polo, esteja hoje com baixos índices de cobertura de vacinação. Vamos mudar esse quadro priorizando a atenção básica, que foi relegada pela atual gestão. É preciso ampliar os pontos e horários de vacinação, diversificar estratégias, capacitar e mobilizar permanentemente as equipes e combater notícias falsas com campanhas informativas de alto alcance. O prefeito vai estar na linha de frente desse trabalho junto com a Secretaria da Saúde. Também é decisivo fortalecer o SUS público e revogar a Emenda 95, pois essa lei federal retira recursos fundamentais de todas as áreas da saúde pública, inclusive da imunização.

Sérgio Cechin (PP): Caso eleito, pretendo garantir a veiculação de propagandas voltadas para a Medicina Preventiva, investindo verbas destinadas à propaganda e à comunicação para divulgar informações de qualidade e de medidas de prevenção. Hoje, no mundo, há um crescimento de movimentos anti-vacinas, e precisamos desmistificar isso, incentivando a vacinação para a saúde das pessoas. Ainda mais, pretendemos ampliar os horários das salas de vacinação. O nosso plano é abrir quatro Unidade de Saúde até as 22, inclusive as salas de vacinação, o que vai facilitar o acesso das pessoas.

Leitos
Nesta segunda-feira (2), você conhecerá os planos dos prefeituráveis para o aumento de leitos complementares em Santa Maria.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo