DestaqueEleições 2020Região

DAY-AFTER. Nádia Gerhard indica que seguirá edil na capital, e Roberto Fantinel está a um passo da AL

Efeito do 2º turno: Santa Maria e região devem mesmo ganhar um deputado

Uma conjugação de resultados eleitorais agora em novembro fará do emedebista Roberto Fantinel deputado (foto Reprodução)

Por Claudemir Pereira

A vereadora eleita de Porto Alegre, Nádia Gerhard (DEM), a Comandante Nádia, em pelo menos duas entrevistas nesta segunda-feira, uma ao programa Pampa Debates (TV Pampa), outra ao Diário, confirmou que a tendência é que abra mesmo mão da vaga de suplente da Assembleia Legislativa.

Se decidisse assumir no Palácio Farroupilha, o risco seria muito grande. O primeiro é trocar quatro anos certo na Câmara da capital por apenas, no máximo, 15 meses na Assembleia (em abril do próximo ano, no máximo, o titular Juvir Costella, hoje secretário do Governo Leite, retorna para se desincompatibilizar). O segundo é o risco de perder o mandato, porque o MDB, partido pelo qual se elegeu em 2018, o requereria na Justiça.

Enfim, diante disso, está mesmo aberto o caminho para, a partir de janeiro, Santa Maria e região contarem com mais um parlamentar. No caso, o emedebista Roberto (Beto) Fantinel, quarto suplente em 2018, com 29.753 votos conquistados, dos quais 3.443 em Santa Maria – onde foi o sétimo mais votado.

Ao site, nesta segunda-feira, Fantinel, que é nascido em Dona Francisca (onde foi vereador) e, além de presidente estadual da Juventude emedebista, assessorou o ex-governador José Ivo Sartori, não escondeu sua satisfação. E mais: disse querer “ocupar um espaço de representatividade que as lideranças políticas reclamam em favor do desenvolvimento da região”.

O futuro deputado também declarou conhecer “as demandas locais e regionais, sejam elas de infraestrutura, de saúde e dos gargalos que impedem o desenvolvimento. Quero ser um aliado do desenvolvimento regional. Da mesma forma conheço as deficiências da estrutura do estado e a necessidade de modernização.”

PASSO A PASSO. Mas, afinal, como se chegou a essa situação, boa para a cidade e a região, em que Beto Fantinel pode chegar à Assembleia, ainda que na quarta suplência?

O fato é que tudo começou com a eleição de dois titulares – Sebastião Melo em Porto Alegre e Fábio Branco em Rio Grande. Nos lugares deles assumem, agora definitivamente, os agora suplentes Carlos Burigo e Patrícia Alba.

Há ainda uma terceira vaga, por conta de um titular, Juvir Costella, ser secretário de governo. É onde entra a Comandante Nadia, que recusará. Por isso, assume o quarto, justamente Fantinel. Que só deixará de ser deputado em abril de 2022, quando Costella voltará à Assembleia para concorrer novamente. Antes também. Mas isso só se o MDB abandonar o secretariado de Leite.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Comandante Nádia é conhecida, seguidamente aparece no Pampa Debates. Um dos caminhos para o Piratini passa pela prefeitura de POA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo