DestaqueEconomia Solidária

ECONOMIA SOLIDÁRIA. Debates sobre a pandemia e apresentações culturais no primeiro dia da Feicoop

Confira o relato do que aconteceu no primeiro dia dos eventos internacionais

Da Assessoria de Imprensa do Evento / Por Maiquel Rosauro

O arcebispo Dom Helio Adelar Rubert, o prefeito Jorge Pozzobom, o pró reitor Flavi Ferreira e a Irmã Lourdes Dill participaram do “Vozes da Esperança”, evento que abriu oficialmente a Feicoop, na noite desta terça-feira (fotos Reprodução)

Esperança, resistência e muita cultura. Foi assim que iniciou a primeira edição on-line da Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop), nesta terça-feira (1º). O tradicional evento que sempre teve Santa Maria/RS como sede física, agora, mais do que nunca, expandiu-se pelo continente com milhares de pessoas mobilizadas e discutindo os caminhos da Economia Solidária.

O evento é transmitido por diferentes plataformas até o dia 15 de dezembro: Feicoop (https://www.facebook.com/feicoop), Rede Soberania (https://www.youtube.com/redesoberania) e Cáritas Brasileira (https://bit.ly/3pXbhlL).

A Feira começou com a live Esperança, Resistência e Profetismo, que reuniu lideranças da Economia Solidária de todo o Brasil.

“Nós precisamos fazer com que a nossa economia do futuro seja uma economia samaritana, uma economia que olha e cuida. É nessa perspectiva que queremos celebrar mais uma Feicoop. Que possamos trazer alegria para nossos grupos, vida para nossa comunidade e sustentabilidade para nossa casa comum”, disse o diretor-executivo da Cáritas Brasileira, Carlos Humberto Campos.

Em seguida, a Feira tornou-se internacional com o debate América do Sul: Conflitos, desafios e esperança. A troca de ideias contou com representantes de lideranças do campo democrático popular da Argentina, Brasil, Bolívia, Chile e Colômbia.

É o caso, por exemplo, da professora da Facultad Nacional de Salud Pública de la Universidad de Antioquia, da Colômbia, Yadira Borrero, que relatou as dificuldades que seu país vem enfrentando diante da covid-19 e as formas como os movimentos sociais estão se organizando.

“A pandemia veio para mostrar com mais força as condições que todos conhecíamos, mas que não queríamos ver de maneira clara, as condições de precariedade”, relatou Yadira.

À noite, foi realizado o evento Vozes da Esperança, que contou com a abertura oficial da Feicoop seguido por apresentações culturais. A cultura, aliás, esteve presente desde o início da atividade quando o arcebispo de Santa Maria, Dom Hélio Adelar Rubert, declamou uma poesia de um sacerdote espanhol no qual questiona se haverá Natal este ano.

“Não haverá Natal? Claro que sim. Mas silencioso e com mais profundidade, mais parecido com o primeiro em que Jesus nasceu em solidão, sem muitas luzes na Terra, mas com a Estrela de Belém fulgurando trilhas de vida em sua imensidão. Sem cortejos reais colossais, mas com a humildade que sentiam os pastores e servos buscando a verdade. Sem grandes mesas e com amargas ausências, mas com a presença de um Deus que tudo planificará…”, declamou Dom Hélio.

A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), uma das principais parceira da Feicoop, esteve representada pelo pró-reitor de Extensão, professor Flavi Ferreira. Ele destacou que esta edição é extremamente desafiadora em função da pandemia.

“Esta Feira está belíssima, quando a gente olha essa programação não imagina o quanto de trabalho deu para chegar até aqui. Quantas pessoas que estão participando e acreditam na Economia Solidária com saída para um mundo menos capitalista”, disse Ferreira.

O prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom (PSDB), reeleito no domingo (29), destacou a persistência da organização do evento, que não deixou de realizar a Feira em meio a tantas dificuldades impostas pela pandemia.

“Esta feira virtual vai dar um grande exemplo. Quem conhece eu e a irmã Lourdes sabe que não é fácil para nós não estarmos lá no meio daquele povo, nos pavilhões do Centro de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter. E hoje estamos aqui, numa feira diferente e sendo persistentes”, afirmou o prefeito.

A coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança, irmã Lourdes Dill, destacou que não se pode desistir diante de um momento de crise.

“Estamos vivendo um momento tão desafiador de toda a humanidade por conta do covid e também por conta da crise, esse capitalismo selvagem que exclui dos seus direitos o trabalhador e tantas pessoas que não têm nem condições quase de sobrevivência. A Economia Solidária é um novo e grande caminho de futuro que pensa no Planeta Terra, sustentabilidade, vida e ser humano”, disse irmã Lourdes.

O evento, então, seguiu com inúmeras apresentações culturais de artistas de Santa Maria, com transmissões ao vivo pelo YouTube e Facebook de diversas entidades e veículos de comunicação parceiros da Feira.


A Feicoop é organizada pelo Projeto Esperança/Cooesperança e Banco da Esperança, braços da Arquidiocese de Santa Maria; Cáritas Brasileira e Cáritas Regional Rio Grande do Sul; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); Instituto Federal Farroupilha (IFFAR) e Prefeitura Municipal de Santa Maria, com apoio de diversas entidades e instituições.

Vaquinha
Para bancar os custos da edição on-line do evento, foi desenvolvida uma vaquinha virtual. Qualquer pessoa pode colaborar a partir do link: https://www.kickante.com.br/campanhas/apoie-feicoop-2020

Programação desta quarta-feira (2 de dezembro)
Atividades Autogestionárias
14h – Evento: A Pandemia de Covid-19 e a Agroecologia [Seminário]Promoção: Rayan Scariot Vargas e Jéssica Righi de Oliveira
Plataforma de transmissão: https://tinyurl.com/y62upyz6
Contato: feicoop2020@gmail.com

16h – Evento: Diálogo com EUA sobre economia solidária [Roda de conversa]Promoção: Miguel Yasuyuki Hirota
Plataforma da cesso: https://bit.ly/39g0k94
Contato: feicoop2020@gmail.com

20h – Evento: Tramando certezas e esperanças: a história não para
Lançamento do livro de Nelsa Inês Fabian Nespol
Promoção: Enajocista. Encontro de antigos jocistas
Inscrição: https://tinyurl.com/y4sf6dou
Contato: feicoop2020@gmail.com

Seminários Estruturantes
17h30min – Evento: Sociedade do Bem Viver, saúde e espiritualidade
Promoção: Associação Brasileira De Agroecologia
Plataforma de transmissão: Feicoop https://bit.ly/3o2kckm
Cáritas Brasileira https://bit.ly/3pXbhlL

Atividades culturais
21h – Evento: Co-Rap – Cultivar, Resistir, Renascer
Descrição: O Coletivo de Resistência Artística Periférica passa por um momento de renovação em sua trajetória de mais de 10 anos atuando na cultura santa-mariense.
Contando com o apoio de artistas e outros sujeitos do movimento, traz uma noite de manifestações artísticas e registros documentais que simbolizam a força do Hip Hop como forma de luta e emancipação.
Promoção: CORAP – coletivo de resistência artística periférica
Mídia e Plataforma: Rede Soberania: https://bit.ly/3nU75l6
Cáritas Brasileira: https://bit.ly/3pXbhlL

Mais informações
Programação completa: http://www.feicoop.com.br
Fanpage: https://www.facebook.com/feicoop
Youtube: https://bit.ly/3o2kckm

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo